banner technobytes.jpeg
Capture+_2021-02-26-11-22-11.png
LOGO MEGA.jpg
Banner Aveloz
banner
OTa2.jpg
banner
  • Mikael Sampaio

União dos Estudantes Secundaristas de Petrolina – UESP, lança campanha "incluir para democratizar"


Diante do atual momento de ataque às instituições democráticas, a União dos Estudantes Secundaristas de Petrolina – UESP luta pela democratização da educação. Nesse contexto, a UESP, entidade de representação de estudantes petrolinenses, inicia hoje a campanha “Incluir para Democratizar”. Com o objetivo de reduzir a desigualdade e ampliar a oportunidade de ingresso de estudantes em todos os campi da Universidade Federal do Vale do São Francisco – UNIVASF.


Entre as medidas principais, solicitadas em documento pela UESP à UNIVASF, nos estados de Pernambuco, Bahia e Piauí, está o aumento de 50% para 60% das cotas de estudantes que cursaram integralmente o ensino médio em escolas públicas.


Também estão previstas a criação de 1 vaga para todos os cursos, reservadas para candidatos indígenas. E a instituição do bônus de inclusão regional de 15%, com o objetivo de estimular o acesso à Univasf aos candidatos que residem e que completaram o ensino médio na região de abrangência da UNIVASF.


Segundo Paolo Presta, diretor da UESP, essa resolução é necessária uma vez que visa atender às demandas legítimas de estudantes da região do Vale do São Francisco por acesso à universidade. Como já vem acontecendo em várias universidades do Nordeste, através do bônus regional, essa tem sido utilizada como alternativa para garantir maior inclusão aos estudantes de cada localidade. O combate à desigualdade de acesso é uma luta permanente dos jovens sertanejos, e estamos conectados com essa demanda autêntica e justa.


“A campanha Incluir para Democratizar surge como fruto desses debates e a UESP resolveu abraçar a causa. Pois enxerga o quanto as cotas são importantes quando se trata de popularizar mais a universidade, de ter mais estudantes de escola pública ocupando os espaços das universidades de todo o país, o que torna a nossa educação mais democrática. Queremos fazer um debate qualificado sobre esse tema dentro e fora da universidade”, explicou Paolo.


Para ler a resolução completa da campanha e se atentar às demais ações da UESP, acesse https://uespoficial.medium.com/. E para acompanhar a discussão também pelas redes sociais, busque por @uespoficial no Instagram, Facebook e YouTube.

0 comentário