Capture+_2020-02-03-18-40-35.png
banner.jpg
IMG-20191110-WA0069_edited.jpg
  • Facebook
  • Instagram
  • Mikael Sampaio

Sindicato solicita que Ministério Público investigue Prefeitura de Caruaru



Representantes do Sindicato dos Condutores de Ambulância (Sindconam) de Pernambuco encaminharão, em breve, um ofício direcionado ao Ministério Público de Caruaru. De acordo com os sindicalistas, o texto pede que seja realizada uma análise sobre a possibilidade de a prefeita Raquel Lyra ter cometido improbidade administrativa ao demitir condutores do Samu no município.

A nota divulgada pelo sindicato aponta que a prefeita estaria “colocando pessoas para pagar favores políticos sem os menores critérios”. Assim, o pedido direcionado ao Ministério visa à recontratação dos profissionais e à realização de um concurso público para o preenchimento das vagas. Outra possibilidade cogitada é a de terceirização do serviço.

“O Ministério Público de Caruaru – PE tem que tomar providências urgentes para que outros jornalistas ou pessoas comuns não venham se tornar vitimas da irresponsabilidade ou pagamentos de favores políticos”, aponta.

Confira o texto na íntegra:

“No sábado 16 Setembro de 2017, uma tragédia acontece na Cidade de CARUARU – PE, a Capital do Agreste e do FORRÓ, um chamado para atendimento é feito ao SAMU Caruaru, um adolescente precisa ser socorrido, chamado feito Viatura liberada equipe a posto sirene ligada Rapidez Eficiência tempo Resposta tudo seria normal em mais QTC (ocorrência a ser atendida) se não fosse a falta de qualidade, profissional, sim qualidade profissional experiência treinamento profissionais e CONDUTORES DE AMBULÂNCIA de VERDADE, é isso mesmo, o Samu de Caruaru – Pe, não tem as menores condições hoje de oferecer um serviço seguro no transporte de vítimas e muito menos no transporte intra-hospitalar no APH (Atendimento Pré Hospitalar), tudo isso devido ao pagamento de recebimento de votos na eleição passada onde foi eleito o atual Governo Municipal, pagamentos esses feitos através de vagas de emprego mesmo que isso leve as pessoas a uma risco eminente de perder suas vidas.

Os fatos ocorridos em Caruaru onde vítima de um acidente e a equipe foram literalmente atropelados e um Jornalista ter sido BALEADO na CABEÇA por bala perdida, seria um mera coincidência ou mais uma vítima do descaso público.

Se não vejamos. 1° A Prefeita de Caruaru manda demitir em massa profissionais Condutores de Ambulância do SAMU experientes, qualificados, treinados todos dentro do que exige as leis para que se exerça a profissão, e substitui esses profissionais por pessoas sem a menor qualificação para um serviço de tamanho risco e que tem por missão SALVAR VIDAS.

A clara falta de preparo, conhecimento profissinal e falta de treinamento pode ter causado a Tragédia de Caruaru, a partir do atendimento.

Então vamos analisar a dinâmica. um condutor experiente qualificado devidamente legal perante a lei do código de trânsito brasileiro. Jamais cometeria o absurdo de estacionar a viatura após a vítima e sim faria a devida proteção desta vítima e equipe durante esse atendimento estacionando antes da vítima mantendo um distância segura para todos, com certeza essa tragédia não teria acontecido e um Cidadão não teria recebido uma bala perdida em sua cabeça colocando sua vida em risco e com certeza modificando toda a sua história e ainda trazendo um desespero para sua família e toda a sociedade Caruaense e pernambucana, se estivesse o SAMU sendo cuidado com o respeito que deve ser dado e não sendo utilizado como moeda de pagamentos por votos recebidos com toda a certeza estariam os Caruaruenses assistindo todas as noites o jornal apresentado pelo jornalista, vitimado da consequência de atitudes que tem com certeza origem na entrega de um serviço nas mãos de pessoas sem a menor qualificação profissional.

O Ministério Público de Caruaru – Pe tem que tomar providências urgentes para que outros jornalistas ou pessoas comuns não venham se tortar vitimas da irresponsabilidades ou pagamentos de favores políticos.

O Sindconam – PE estará encaminhando ao Ministério Público de Caruaru ofício pedindo que se investigue e apure responsabilidades e que análise se a Prefeita RAQUEL LYRA cometeu ou comete Improbidade administrativa Pelo fato de ter demitido e ainda continuar demitindo Condutores do Samu Caruaru e colocando pessoas para pagar favores políticos sem os menores critérios o pedido ao MP também tem o objetivo de que seja a Prefeita obrigada a trazer de volta todos os profissionais demitidos e que seja feito concurso público ou a terceirização do serviço naquele município.”


0 visualização