banner technobytes.jpeg
LOGO MEGA.jpg
banner
  • Mikael Sampaio

Secretário de Direitos Humanos cobra solução de impasse entre Celpe e Lotéricas



O secretário de Justiça e Direitos Humanos de Pernambuco, Pedro Eurico, participou de uma reunião, nesta quarta-feira (11), com representantes da Companhia Energética de Pernambuco (Celpe) e da Caixa Econômica Federal (CEF). Na ocasião, o gestor cobrou uma solução para as dificuldades enfrentadas pela população em relação ao pagamento das contas de energia.

Desde o mês de maio, as casas lotéricas deixaram de realizar o pagamento dessas faturas. A medida foi motivada pela falta de acordo entre a concessionária e a Caixa Econômica, durante a negociação para renovar o contrato que permitia a parceria.

Para viabilizar novos pontos de pagamento, a Companhia disponibilizou pontos credenciados. No entanto, para Eurico, a alternativa não está sendo viável. “As alternativas de pontos credenciados apresentados pela Celpe não estão funcionando. Está difícil para a população e a situação não pode continuar”, criticou.

Durante à tarde, o secretário acompanhou as fiscalizações realizadas por equipes do Procon nos postos de atendimento. De acordo com o gestor, os fiscais identificaram que a maioria dos estabelecimentos oferece os serviços de forma parcial, apresentando limitações de valores ou do número de atendimentos.

“Essa é uma relação privada, mas ambas estão envolvidas diretamente na prestação de serviços públicos e precisam dar uma resposta urgentemente à população. O Governo de Pernambuco não irá mais tolerar essa situação”, declarou Eurico.

A Caixa se prontificou a entrar em contato com os lotéricos, a fim de propor uma redução na taxa de arrecadação. Além disso, a Celpe se comprometeu a fortalecer a rede própria e os postos credenciados. Na última semana, a companhia divulgou uma nota se colocando à disposição para negociações, desde que houvesse uma revisão da tarifa cobrada por fatura, por parte da Caixa.


0 comentário