Capture+_2020-02-03-18-40-35.png
banner.jpg
IMG-20191110-WA0069_edited.jpg
  • Facebook
  • Instagram
  • Mikael Sampaio

Salgueiro: Mais de 160 aves da Caatinga voltam à natureza no Sertão


A nova soltura incluiu 27 galos-de-campina, 27 patativas, 15 cravinas, 15 canários-da-terra, 10 tico-ticos, 4 papa-capins e 4 rolinhas-caldo-de-feijão, entre outras espécies. Fotos : Arquivo CPRH

169 aves típicas do Bioma Caatinga - muitas delas vítimas do tráfico - retomaram a liberdade na manhã desta quarta-feira (10) no Sertão pernambucano. Elas foram soltas por equipe do Centro de Triagem de Animais Silvestres de Pernambuco (Cetas Tangara), da Agência Estadual de Meio Ambiente (CPRH), em área rural do município de Salgueiro - da Fazenda Mulungu, parceira do órgão ambiental em ações voltadas para a preservação das espécies.


A nova soltura incluiu 27 galos-de-campina, 27 patativas, 15 cravinas, 15 canários-da-terra, 10 tico-ticos, 4 papa-capins e 4 rolinhas-caldo-de-feijão, entre outras espécies.  A grande maioria fez parte do repatriamento de março desde ano, quando o Cetas Tangara acolheu 186 animais silvestres vindos do Sudeste - 165 aves e 21 iguanas - encaminhados pelo Centro de Recuperação de Animais Silvestres (CRAS-PET), órgão do Governo do Estado de São Paulo, onde estavam sendo acompanhados.


Fotos : Arquivo CPRH

Havia no grupo alguns pássaros de entrega voluntária, mas muitos foram  apreendidos em feiras livres no combate ao tráfico e também casos de intercepção em tentativas de vendas pelo Facebook, conforme informou à CPRH, na época, a assessoria do CRAS-PET. As iguanas e algumas  aves da Mata Atlântica do Nordeste foram  soltas em março mesmo, mas as espécies da Caatinga seguiram para o Sertão na semana passada, passaram alguns dias de aclimatação em um enorme viveiro na Fazenda Mulungu e, na manhã desta quarta, retomaram  a liberdade.


NOVO REPATRIAMENTO - Após a soltura no Sertão, a equipe de Cetas Tangara se prepara para novos acolhimentos, destra vez no maior repatriamento de sua história. Antes previsto para a semana passada, a chegada de 250 pássaros também do Bioma Caatinga - e mais uma vez com grande maioria resgatada do tráfico - foi agendada para esta quinta-feira (11)  - virão em voo Congonhas/Recife. Estão no grupo 123 galos-de-campina, 68 papa-capins e 25 concrizes, entre outras espécies. Eles foram acompanhados pelos centros de Triagem das prefeituras de São Paulo e Barueri, esta na Região Metropolitana da capital paulista, após terem sido resgatados em ações de órgãos como as policiais Militar e Civil de São Paulo.

137 visualizações