Capture+_2020-02-03-18-40-35.png
banner.jpg
IMG-20191110-WA0069_edited.jpg
  • Facebook
  • Instagram
  • Mikael Sampaio

PTB rebate o PSB: 'Quem é mesmo a turma de Temer?'



A nota emitida pelo PSB, nesta terça (24), com críticas à oposição no estado, provocou reação imediata do PTB, liderado pelo senador e pré-candidato ao governo, Armando Monteiro. Após serem chamados de "A turma de Temer", os petebistas afirmaram que seus rivais insistem em "desvirtuar o debate eleitoral, procurando tachar palanques". Além disso, o partido voltou a lembrar que os socialistas votaram a favor do impeachment da ex-presidente Dilma e apoiaram Aécio Neves, no segundo turno da eleição presidencial de 2014. “Na incapacidade de liderar um projeto que proporcione a retomada do crescimento e resgate o protagonismo de Pernambuco no cenário nacional, a direção do PSB estadual insiste em desvirtuar o debate eleitoral, procurando tachar palanques, quando, na verdade, deveria se preocupar com a melhoria da vida dos pernambucanos”, disse o PTB, no texto. A sigla também cita “promessas não cumpridas”, por parte do governador Paulo Câmara (PSB). Por fim, lembra do processo de impeachment para rejeitar a pecha de “Turma de Temer”. “A verdade é que o PSB foi decisivo no impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff e o governador Paulo Câmara, que apoiou Aécio Neves, em 2014, teve participação direta, ao liberar inclusive secretários para votação e todos os deputados do PSB de Pernambuco votaram a favor da deposição. Afinal, quem é mesmo a ‘turma do Temer’?”, diz a nota.


0 visualização