Capture+_2020-02-03-18-40-35.png
banner.jpg
IMG-20191110-WA0069_edited.jpg
  • Facebook
  • Instagram
  • Mikael Sampaio

Prefeitura de Cedro-PE realizara demissão em massa para enxugar a folha de pagamento



A Prefeitura de Cedro-PE, no sertão de Pernambuco, está com a folha de pagamento de funcionários inchada. Dentro do governo já se discute que a única alternativa para ajustar as contas é demitir.

Segundo o Portal Cedro, Informações dão conta que o prefeito Antonio Leite (PR) deve exonerar um grande número de funcionários nos próximos meses.

Sem apresentar dados, o gestor declarou na última semana que há um inchaço na folha de pagamento. "Temos uma folha de efetivos enorme e isso gera uma dificuldade em manter pagamentos em dia. [...] Os repasses [de verba] são cada vez menores", declarou o gestor, ressaltando que a "situação é gravíssima".

De acordo com informações de pessoas ligadas ao governo, a lista com os reajustes nas secretarias começou a ganhar corpo desde a semana passada e as demissões serão justificadas para se adequar ao que exige a lei de responsabilidade fiscal. Mesmo não havendo até agora nenhum comunicado oficial, Antonio Leite (PR) tem um prazo de 90 dias para promover a exoneração de todos os ocupantes de cargos comissionados que tenham alguma ligação familiar.

O prazo foi estabelecido pelo Ministério Público de Pernambuco, que recomenda ao prefeito a adoção de uma série de medidas para evitar a prática do nepotismo nos quadros funcionais do município.


0 visualização