Capture+_2020-02-03-18-40-35.png
banner.jpg
IMG-20191110-WA0069_edited.jpg
  • Facebook
  • Instagram
  • Mikael Sampaio

Philippe Coutinho doa 20 toneladas de alimentos e produtos de higiene


Imagem: Reuters direitos reservados

Em tempos de pandemia do coronavírus, a recomendação é ficar em casa, protegido e o mais próximo possível de um isolamento social. O problema é que as medidas afetam diretamente o trabalho e o sustento de muitas famílias no Brasil. Quem pode, ajuda. Um dos auxílios veio lá da Alemanha, do meio-campista Philippe Coutinho. Nascido e criado na zona norte da cidade do Rio de Janeiro, o jogador doou 20 toneladas de alimentos e produtos de higiene para as comunidades da Mangueira e da Barreira do Vasco, que fica ao lado do estádio de São Januário.


A doação ocorreu por intermédio das associações de moradores. O jogador agradeceu a Deus por ter condições de ajudar e a todos que colaboraram de alguma forma para que a ação solidária se tornasse possível. O atleta disse que é o início de uma grande campanha para o bem, afirmando que ajudar quem precisa é fundamental para um mundo melhor e todos nós deveríamos fazer a nossa parte, seja com muito ou com pouco, mas o importante é ajudar.


Enquanto Philippe Coutinho mantem seu isolamento social e auxilia famílias no Rio de Janeiro, seu futuro também é destaque nos grandes jornais esportivos do mundo. Jogador do Barcelona emprestado ao Bayern de Munique, Coutinho vem sendo especulado em vários clubes da Inglaterra.


Só nesta quarta-feira (01),  jornal britânico Daily Express dedicou três matérias sobre a possível transferência do brasileiro para o futebol inglês. Chelsea, Tottenham, Arsenal, Manchester United e Leicester seriam os principais concorrentes. Deles, o Manchester seria o menos interessado, e Chelsea e Leicester os que mais buscam contratar Coutinho.


O diário catalão Mundo Deportivo também reserva espaço para falar do brasileiro. Na coluna do editor-chefe Sergi Solé, o Leicester aparece como grande possibilidade de destino de Coutinho. O técnico Brendan Rogers trabalhou com o jogador na época de Liverpool e gostaria de contar com o futebol do meio-campista para a próxima temporada. Na terceira colocação do Campeonato Inglês, o Leicester faria um investimento alto pelo atleta para disputar a próxima Champions League.


Por enquanto, Coutinho segue na Alemanha, sem perspectiva de compra de seu atual time, o Bayern de Munique. A tendência é que o brasileiro volte ao Barcelona após o fim de seu contrato de empréstimo com o clube bávaro e seja negociado pelos catalães.  (Agência Brasil)

17 visualizações