Capture+_2020-02-03-18-40-35.png
banner.jpg
IMG-20191110-WA0069_edited.jpg
  • Facebook
  • Instagram
  • Mikael Sampaio

Pernambuco perde 1,3 mil empregos com carteira assinada em outubro de 2018, diz Caged


Pernambuco encerrou o mês de outubro de 2018 com a perda de 1.330 postos de trabalho com carteira assinada, de acordo com o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged). O índice foi divulgado nesta quarta-feira (22) pelo Ministério do Trabalho e Emprego. No Brasil, foram geradas mais de 57 mil vagas formais no mesmo período.


Durante outubro deste ano, Pernambuco teve 30.166 admissões e 31.496 desligamentos, o que ocasionou o saldo negativo. A variação percentual de vagas registrada no estado no referido mês chegou a -0,11%.


Pernambuco apresenta o segundo pior resultado em todo o país, atrás de Goiás, que teve o pior saldo, com a perda de 3.565 vínculos empregatícios (-0,29% de variação). O Rio de Janeiro ocupa o terceiro lugar entre os piores, com 847 vínculos encerrados (variação de -0,03%).


Nos dez primeiros meses de 2018, o número de contratações em Pernambuco chega a 339.164, enquanto o de fechamento de postos de trabalho soma 324.867, gerando a variação positiva de 1,16%.


Dados por setor em outubro em PE


Serviços: 11.923 admissões e 13.603 desligamentos


Comércio: 7.777 admissões e 7.359 desligamentos


Indústria de transformação: 4.323 admissões e 4.248 desligamentos


Agropecuária: 2.975 admissões e 2.881 desligamentos


Construção civil: 2.875 admissões e 3.125 desligamentos


Serviços industriais de utilidade pública: 259 admissões e 424 desligamentos


Indústria extrativa mineral: 23 admissões e 20 desligamentos


Administração pública: 11 admissões e 18 desligamentos


Com informações do G1

1 visualização