IMG-20191213-WA0051.jpg
IMG-20191110-WA0069_edited.jpg
Capture+_2020-02-03-18-40-35.png
  • Facebook
  • Instagram
  • Mikael Sampaio

Pepsi terá latas com foto de Bolsonaro em ‘resposta’ à Coca-Cola?



A nova campanha publicitária da Coca-Cola, que estampará fotos de nove artistas brasileiros em latas do refrigerante, entre os quais a cantora Pabllo Vittar, gerou boatos que se propagam na internet desde a semana passada.

Um deles, criado pelo Corrupção Brasileira Memes, afirma que o deputado federal e presidenciável Jair Bolsonaro (PSC-RJ) é o novo garoto-propaganda da Pepsi, no que seria uma “resposta” à concorrente por incluir Pabllo em sua campanha.

O Corrupção Brasileira Memes é uma página de humor que costuma fazer chacota com as posições de Bolsonaro. A piada sobre a contratação do deputado pela Pepsi, compartilhada por alguns nas redes sociais como verdadeira, ironiza a mobilização dos simpatizantes de Bolsonaro na página da marca no Facebook, pedindo, justamente, para que ele fosse contratado a estampar as latas do refrigerante (veja abaixo).

É difícil imaginar, em sã consciência, que uma empresa encampasse uma campanha nestes moldes e promovesse a imagem de um político – ainda mais um tão controverso quanto é Jair Bolsonaro. Aos que acreditaram na montagem, a assessoria de imprensa da PepsiCo, que produz a Pepsi, ressalta que a empresa “não está produzindo latas de Pepsi com a fisionomia de personalidades brasileiras, não há previsão da realização de nenhuma ação deste tipo neste momento”.


Outro boato é o de que, em função da nova campanha, a Coca-Cola teria sofrido um “imenso boicote dos brasileiros” e, por isso, sofrido um prejuízo de 1,2 bilhão de dólares. Veja abaixo um trecho da lorota, publicada em blogs como o Voz da Barra:

Esse resultado foi gerado devido ao boicote de milhões de brasileiros e empresas que deixaram de investir nas ações da Coca-Cola temendo sofrer boicote também e por motivos ideológicos, pois de acordo com informações cerca de 78% das empresas acionistas retiraram seus investimentos da Coca-Cola não compactuam com tais ideia [sic.] pregadas pela mesma.

A variação do preço das ações da Coca-Cola na Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) nas duas últimas semanas, quando os boatos sobre o prejuízo foram publicados, no entanto, mostra o contrário: houve aumento no valor dos papeis, ou seja, a procura pelas ações cresceu – o oposto da tal fuga de investidores relatada pelo boato. Veja abaixo o gráfico do portal de investimentos em ações ADVFN:


Por meio de sua assessoria de imprensa, a Coca-Cola também nega que a empresa tenha sofrido prejuízos em função da nova campanha, cujo lançamento oficial está previsto para o próximo dia 26 de dezembro. “Não é verdade que tenha havido queda de vendas ou prejuízo da Coca-Cola Brasil relacionados a essa campanha. As latas com as fotos dos artistas estão começando a ser distribuídas ao mercado”, esclarece.


1 visualização