Capture+_2020-02-03-18-40-35.png
banner.jpg
IMG-20191110-WA0069_edited.jpg
  • Facebook
  • Instagram
  • Mikael Sampaio

Para FBC, estados e municípios devem entrar na Reforma da Previdência antes de chegar ao Senado


O líder do governo no Senado, Fernando Bezerra Coelho - FBC - (MDB-PE), defendeu na ultima sexta-feira (5), durante o evento “Expert 2019”, promovido pela XP Investimentos, em São Paulo, a inclusão de estados e municípios na Reforma da Previdência. Para o líder, as mudanças no sistema previdenciário serão aprovadas em dois turnos no plenário da Câmara em julho, antes do recesso parlamentar.


“A única coisa que ainda está faltando, e não é articulação política, é a inclusão dos estados e dos municípios. Este é o sentimento do Senado. E o sentimento do Brasil é pressa pela Reforma da Previdência”, afirmou.


Para Fernando Bezerra Coelho, se estados e municípios forem incluídos, a Reforma da Previdenciária terá rápida tramitação no Senado. “Por isso, temos que incluir estados e municípios e, quando chegar ao Senado, tirar de lá em 45, 60 dias para o Brasil começar a deslanchar e crescer ainda este ano.”


O líder acrescentou que, após a aprovação da Reforma da Previdência, o governo deve dar início a um amplo programa de desestatização, para “enxugar o tamanho do Estado brasileiro”, e avançar também na reforma tributária. As medidas devem ocorrer nos próximos 12 meses. “O governo tem a proposta de simplificação e unificação de impostos federais. O sistema tributário brasileiro é um problema para empresários e investidores, porque há 27 legislações tributárias”, avaliou.


Fernando Bezerra Coelho participou do painel “A interação dos poderes e o papel das instituições no cenário atual”, com o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e o ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal.

0 visualização