Capture+_2020-02-03-18-40-35.png
banner.jpg
IMG-20191110-WA0069_edited.jpg
  • Facebook
  • Instagram
  • Mikael Sampaio

‘Não podemos resolver problemas só com tanques de guerra’, diz Obama em SP



O ex-presidente dos Estados Unidos Barack Obama discursou hoje (5.out.2017) sobre os principais desafios globais, e o que pode ser feito para mudar. Disse que estamos vivendo o “melhor dos tempos, mas também o pior”.

Obama participou de evento do Fórum Cidadão Global, promovido pelo jornal Valor Econômico, em São Paulo.

“A questão que todos enfrentamos é se temos a capacidade de renovar nossas organizações sociais e políticas de maneira que elas possam funcionar para todos”, disse.

O ex-presidente dos EUA disse que há muita coisa para ser trabalhada no mundo, mas focou em 5 ideias principais:

  1. garantir que os novos modelos econômicos funcionem para todas as nações;

  2. prosseguir com as cooperações globais. Segundo Obama, “não podemos resolver os problemas sozinhos”;

  3. combater Estados rebeldes e redes de terrorismo;

  4. manter 1 senso de abertura em relação a pessoas de culturas diferentes e que não se parecem conosco;

  5. reconhecer que a tecnologia muda a forma com que as pessoas consomem a informação.

Barack Obama falou por 23min28s.

Durante sua apresentação, citou o investimento nos jovens como a solução para a maioria dos problemas atuais. Disse que a cada encontro com eles sente-se inspirado e motivado. Sua Fundação está investindo na formação de novos líderes locais para que a mudança alcance escalas maiores.

COREIA DO NORTE

A situação de confronto entre o governo norte-americano e a Coreia do Norte foi abordada por Obama com preocupação. Para o líder americano, “não é possível resolver problemas apenas com tanques e aviões de guerra”.

O democrata defendeu a diplomacia para manter a paz ao invés de usar armas. Disse que é necessário controlar quem entra no país, mas que também é preciso estar aberto para receber refugiados. Fez uma crítica ao atual governo ao dizer que os EUA não estão fazendo uma ponte entre as diferenças.

MÍDIA

Segundo o ex-presidente, a tecnologia pode tanto ajudar quanto atrapalhar a divulgação de informações. “Precisamos achar novas maneiras de cultivar o jornalismo independente”, disse.

Elogiou os modelos jornalísticos brasileiros. “Nós temos uma grande cultura de jornalismo independente aqui no Brasil”.

Obama comentou sobre a mídia nos EUA. “Se você está assistindo à Fox News, o seu mundo não é o mesmo que o que aparece no New York Times. Se eu assistisse à Fox News, eu não votaria em mim mesmo. Mas como sou leitor do NY Times, sou parcial”.


0 visualização