Capture+_2020-02-03-18-40-35.png
banner.jpg
IMG-20191110-WA0069_edited.jpg
  • Facebook
  • Instagram
  • Mikael Sampaio

MPPE cobra adoção de medidas para regularizar unidade de saúde em Verdejante



O Ministério Público de Pernambuco (MPPE) recomendou ao secretário de Saúde de Verdejante, Bruno Arruda, e ao diretor da Unidade Mista de Saúde Adelaide Tavares, uma série de providências para regularizar o funcionamento da unidade. A situação vem sendo acompanhada pelo MPPE desde 2013, mediante a instauração de inquérito civil.

Dentre as ações listadas pelo promotor de Justiça Lúcio Malta Cabral estão estabelecer uma rotina de limpeza e desinfecção dos setores da unidade de saúde; manter uma escala de profissionais, inclusive aos domingos e feriados; adquirir material de limpeza hospitalar; providenciar baldes para resíduos com tampa e acionamento por pedal; realizar manutenção frequente das cinco ambulâncias, tendo em vista que atualmente apenas três estão em funcionamento; corrigir falhas na iluminação, em pisos, paredes e teto; instalar sistema de ventilação na cozinha da unidade; investir na melhoria das condições da lavanderia, que não possui divisão entre itens limpos e sujos e funciona com uma máquina de lavar doméstica; e adquirir aparelhos de raio-X, eletrocardiograma e laboratório de urgência, a fim de evitar que os moradores de Verdejante tenham que se deslocar para a cidade de Salgueiro a fim de realizar tais procedimentos.

O membro do MPPE destacou, no texto da recomendação, que as irregularidades foram apontadas em relatório do Conselho Regional de Medicina de Pernambuco (Cremepe) e que cabe aos gestores públicos sanar todas as falhas apontadas pelo conselho de classe.


2 visualizações