banner technobytes.jpeg
LOGO MEGA.jpg
banner
  • Mikael Sampaio

Missa do Vaqueiro perde seu último fundador, o Poeta Pedro Bandeira


Foto: divulgação Missa do Vaqueiro

A Missa do Vaqueiro em Serrita-PE, perdeu nesta segunda-feira (24) o seu ultimo fundador, o poeta Pedro Bandeira.


Pedro Bandeira foi um dos fundadores da maior Missa do Vaqueiro do País realizada em Serrita-PE. Bandeira junto com Luiz Gonzaga e o Padre João Câncio dos Santos, então pároco de Serrita, em uma de suas andanças pelas comunidades rurais da paroquia, ao passar pelo local onde o cadáver de Jacó havia sido encontrado, foi informado pelos moradores, que este vaqueiro que havia falecido ali, era o ícone da canção de Luiz Gonzaga. Isso fez com que o sacerdote realizasse uma homenagem ainda maior. Com o auxílio do cantor Luiz Gonzaga, que por sua vez era primo do falecido; juntamente com o repentista Pedro Bandeira; os vaqueiros de Serrita; os familiares e toda a comunidade católica serritense, foi realizada a primeira missa, em 19 de Julho de 1970.


O evento é realizado até hoje, mas foi adiantado por causa da pandemia do novo coronavírus (Covid-19), além da cerimônia religiosa, ocorre vaquejada,cavalgada, pega de boi, feira de artesanato, show de forró, exposição e muito mais.


TUDO NO MUNDO TEM FIM

Por diversas vezes já o comparara

A uma luz na sala de uma realeza,

Diuturnamente ligada e acesa

Para que a sala fosse sempre clara!

Eu dizia a mim, e ele não pára?

É como a principal máquina da empresa

Que corta e fabrica com tal ligeireza

Que outra jamais a ela igualara.

Somos carne, osso, sangue, nervo e baço,

Um homem de ferro, ouro, prata e aço

Em cima da terra não se viu ainda!

E embora fosse, não valia apena!

Toda lâmpada queima, todo ferro empena,

Toda máquina pára, toda estrada finda!


Daudeth Bandeira


Créditos no texto: Wikipedia.

0 comentário