Capture+_2020-02-03-18-40-35.png
banner.jpg
IMG-20191110-WA0069_edited.jpg
  • Facebook
  • Instagram
  • Mikael Sampaio

Microsoft levará o Windows para smartphones de forma inusitada



A Microsoft anunciou novidades relacionadas ao Windows nesta semana, durante seu evento anual para desenvolvedores chamado Build, realizado nos Estados Unidos.

A companhia vai voltar, à sua maneira, aos smartphones para estender a capacidade dos computadores para dispositivos com sistemas Android e iOS. Fora isso, será possível voltar no tempo no seu PC e retomar o uso de apps, edição de documentos ou leitura de textos.

As novidades devem chegar aos usuários a partir do segundo semestre de 2017.

Linha do tempo

O Windows 10 terá um novo recurso bem interessante no segundo semestre, quando a nova atualização do sistema, chamada Creatores Update, chegará a milhões de computadores gratuitamente. Nomeado Timeline (linha do tempo), ele permitirá que você volte no tempo no seu sistema. Você pode voltar para aplicativos que estava usando ou para sites que você acessou no passado, e, claro, voltar a fazer o que estava fazendo.

Diferentemente do Time Machine, da Apple, não é preciso usar uma memória externa, como um HD, e ele não é somente um backup de arquivos. Ele envolve sites e apps. A integração também abrange smartphones, como iPhones com o aplicativo da Cortana. E isso nos leva ao próximo item da lista.

Cortana

A Cortana ganhará superpoderes no seu smartphone. Em uma abordagem impensável no passado, quando a Microsoft tinha a estratégia de competir contra Android e iOS com o seu sistema móvel Windows Phone, a empresa colocará no app da sua assistente virtual uma integração com computadores com Windows 10.

Com o app para Android e iOS, será possível começar a ler um artigo no notebook e continuar mais tarde no celular. Ou então você poderá copiar algo no computador e colar no seu smartphone (graças à integração do Windows com o teclado mobile SwiftKey, comprado pela Microsoft). A Cortana vai enviar alertas para você continuar suas atividades no celular.

A boa notícia para a Microsoft é que 140 milhões de pessoas, entre as 500 milhões que têm computadores com Windows 10, já usam a Cortana atualmente. Ou seja, a empresa tem boas chances de retornar aos smartphones, mesmo sem um sistema operacional ou aparelhos próprios.

Aplicativos novos na Windows Store

A loja virtual da Microsoft, uma espécie de equivalente à App Store do iPhone no Windows, vai receber aplicativos importantes. Esse espaço será uma central de downloads do Windows 10 S, uma versão do sistema com foco no setor de educação. Apps que não estejam nessa loja não poderão ser instalados, diferentemente do que acontece hoje nos computadores com Windows 10 completo.

Para levar sua loja de apps a um novo patamar, a Microsoft conseguiu atrair empresas importantes. A Apple estará lá, com o iTunes, assim como o Spotify, com seu aplicativo de músicas online. Até o Linux vai chegar. As populares distribuições Ubuntu, Fedora e OpenSUSE poderão ser executadas em computadores com Windows 10 S. Antes de fazer isso, é preciso habilitar o suporte ao Linux no modo de desenvolvedores do sistema. Nesse caso, não é preciso baixar a distribuição e uma máquina virtual, tudo pode ser feito apenas com o download direto da Windows Store.

Realidade com controles

A Microsoft apresentou, em 2015, o Hololens, um dispositivo de holografia, algo que mistura a visão da realidade com ícones digitais. Agora, em parceria com a Acer e com a HP, a empresa apresentou um novo headset que vem com o sistema Windows VR, feito para realidade virtual e realidade aumentada. A versão da Acer custará 300 dólares e a da HP, 329 dólares. As vendas começam ainda em 2017.
Fontes: Exame

0 visualização