Capture+_2020-02-03-18-40-35.png
IMG-20191110-WA0069_edited.jpg
Camarao e cia.jpg
  • Facebook
  • Instagram
  • Mikael Sampaio

Lula diz que Temer quer roubar eleitores de Bolsonaro com intervenção no Rio



O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva declarou nesta quarta-feira (21) que Michel Temer estaria usando a intervenção federal na segurança do Rio de Janeiro para retirar votos de Jair Bolsonaro e viabilizar a sua candidatura nas eleições presidenciais de 2018.

De acordo com Lula, o governo estaria aproveitando o apelo popular da operação militar no Rio de Janeiro para "arrumar um jeito" de Temer se tornar candidato à presidência.

"Acho que ele achou que a segurança pública pode ser uma coisa muito importante para ele pegar um nicho de eleitores do Bolsonaro. Como é só previsão e é uma tese minha, vamos ver o que vai acontecer", afirmou Lula em entrevista à rádio Itatiaia.

Para o ex-presidente, a estratégia do governo Temer é colocar uma pauta importante como segurança pública no lugar de um assunto impopular como a reforma da Previdência para mudar o quadro de sua popularidade.

"Acho que o Temer está fazendo uma aposta. E a gente não pode [deixar de] levar em conta que ele tirou da pauta uma coisa que a sociedade era contra [a reforma da Previdência], e colocou na pauta uma coisa que a sociedade é favorável, que é o combate à violência, à criminalidade", acrescentou o petista.

Na semana passada, o presidente Michel Temer assinou o decreto determinando a intervenção na Segurança Pública do Rio de Janeiro até o dia 31 de dezembro de 2018. O general Braga Netto será o responsável por comandar em nome das Forças Armadas a atividade de segurança. Essa foi a primeira vez que esse dispositivo foi acionado desde a Constituição Federal de 1988.

#Eleições2018 #Lula #Bolsonaro

LOGO MEGA.jpg