Capture+_2020-02-03-18-40-35.png
banner.jpg
IMG-20191110-WA0069_edited.jpg
  • Facebook
  • Instagram
  • Mikael Sampaio

João Paulo Costa ressalta que Estado receberá R$ 1,2 bi em recursos do pré-sal


A aprovação na noite da última terça (3), pelo Senado, da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que garante a divisão dos recursos do leilão do pré-sal com Estados e municípios foi destacada pelo deputado João Paulo Costa (Avante).  O parlamentar afirmou, na Reunião Plenária desta quinta (5), que o Governo Federal espera arrecadar R$ 106 bilhões com leilões de blocos de pré-sal da plataforma continental. Desse total, R$ 36 bilhões serão usados para pagar uma dívida com a Petrobras, e o restante do dinheiro, R$ 70 bilhões, será repartido entre os três entes federativos. “Pernambuco irá receber quase R$ 1,2 bilhão, sendo R$ 520 milhões destinados aos municípios e R$ 677 milhões ao Estado”, frisou.


Segundo Costa, essa é uma grande conquista para Pernambuco. O parlamentar avalia que a proposta, que volta agora para apreciação da Câmara dos Deputados, reforça o Pacto Federativo. “O fortalecimento dos municípios é muito importante porque são eles que recebem as maiores demandas e têm as maiores responsabilidades no dia a dia do atendimento à população nas áreas de educação, saúde, saneamento básico, abastecimento de água, estradas, entre outras”, salientou.


O parlamentar ainda parabenizou o deputado federal Sílvio Costa Filho (Republicanos – PE), que tem trabalhado em defesa do tema, na coordenação da Frente Parlamentar do Novo Pacto Federativo. “Assim como eu, ele tem atuado fortemente em defesa dos interesses dos municípios”, ressaltou. 

0 visualização