Capture+_2020-02-03-18-40-35.png
banner.jpg
IMG-20191110-WA0069_edited.jpg
  • Facebook
  • Instagram
  • Mikael Sampaio

Final do Campeonato Pernambucano: Partida entre Salgueiro x Sport tem resultado suspenso.



O Campeonato Pernambucano de 2017 não teve fim no último dia 28. Ao que parecia ser o fim da alegria dos torcedores do Carcará, eis que surge uma luz no fim do túnel.

A partida polêmica entre o Salgueiro e o Sport gerou revolta em vários torcedores. A anulação do gol gerou indignação por parte dos jogadores do Salgueiro e uma tensão extra, que durou por volta de cinco minutos até ser dada a opinião do árbitro de vídeo, Péricles Bassols. Segundo ele, após analisar as imagens, ficou caracterizada a saída da bola pela linha de fundo. E o gol foi invalidado, com o consentimento do árbitro da partida, Wilton Pereira Sampaio.

Diante deste fato, o goleiro do Salgueiro, Luciano, entrou com uma ação impetrada na última segunda-feira (03), junto com ao Tribunal de Justiça Desportiva, visando anular a final do PE2017. O argumento usado foi de que no lance do gol anulado do Salgueiro houve um erro de direito: o assistente estava posicionado de forma errada e prejudicou o Carcará. “É muito difícil de comprovar o erro de direito nestes casos. O erro de fato ocorre várias vezes, mas não anula partida. Mas nós acreditamos que existe o erro de direito porque o posicionamento dele estava errado e ele mostrou desconhecimento da regra”, explicou o advogado.

Na tarde desta quinta-feira (06), tornou-se público o Despacho que anula o resultado da final do Pernambucano. O Vice-Presidente do Tribunal de Justiça Desportiva, Vitor Freitas Andrade Vieira, explanou em documento a não homologação do resultado da partida impugnada até decisão final ou, caso já homologado, suspenda-o nos termos da exegese do art. 84, inciso 3º do Código Brasileiro de Justiça Desportiva.

Dessa forma, o Sport está intimado para, querendo e no prazo comum de 02 (dois) dias, apresente manifestação.


0 visualização