banner technobytes.jpeg
OTa2.jpg
LOGO MEGA.jpg
Banner Aveloz
IMG-20220720-WA0032.jpg
  • Mikael Sampaio

Fernando Rodolfo pede Raquel, Anderson e Miguel juntos nas eleições de 2022


Para o deputado Federal, Fernando Rodolfo (PL), é importante que haja união entre os três principais nomes da oposição ao PSB na disputa pelo Governo do Estado em 2022. Na sua visão, o entrosamento entre a prefeita de Caruaru, Raquel Lyra (PSDB), o prefeito do Jaboatão, Anderson Ferreira (PL) e o prefeito de Petrolina, Miguel Coelho (DEM), é estratégica para que o campo antagonista tenha sucesso no pleito do próximo ano. Contudo, ele admite perceber uma maior aproximação entre Raquel e Anderson.


“Eu vejo que há uma união entre Raquel e Anderson, não sei quanto a Miguel, indo para o Democratas, mas acredito, trabalho e torço para que haja essa união dos nomes da oposição para que a gente possa chegar forte para retomar ao Governo do Estado. Raquel e Anderson estão muito antenados, e será importante que Miguel esteja participando desse projeto e não caminhe para um projeto separado da oposição”, concluiu.


Além disso, o parlamentar alfinetou o afastamento de Miguel Coelho do bloco composto por Raquel e Anderson. Na visão dele, o movimento de aproximação do novo democrata com a sigla PDT, que tem feito forte oposição à Raquel em Caruaru. Segundo ele, a articulação pode significar um certo antagonismo à prefeita tucana.


“Eu torço para que haja a união dos três. Eu vejo hoje uma aproximação muito mais fortalecida entre Raquel e Anderson, e o movimento que Miguel faz, por exemplo, com o PDT, que é oposição radical ao governo de Raquel em Caruaru, pode ser interpretado como sinal de afastamento da tucana, então, eu torço para que a união entre os três aconteça”, destacou. (Por Blog da Folha)

0 comentário