Capture+_2020-02-03-18-40-35.png
banner.jpg
IMG-20191110-WA0069_edited.jpg
  • Facebook
  • Instagram
  • Mikael Sampaio

Fernando Monteiro tenta liberar recursos para Adutora do Agreste e Canal do Sertão


Enquanto parte da bancada federal pernambucana esteve reunida, nesta quarta-feira (23), com o governador Paulo Câmara (PSB), noPalácio do Campo das Princesas, o deputado Fernando Monteiro (PP), teve audiência com o ministro Gustavo Canuto (Desenvolvimento Regional). O assunto foi a liberação de recursos para as novas etapas das obras da Adutora do Agreste e o Canal do Sertão Pernambucano. Na reunião do Palácio, 17 dos 25 deputados estiveram presentes.

O parlamentar apresentou ao novo ministro a proposta de construção do Canal do Sertão Pernambucano, que viabilizariam a irrigação de áreas localizadas na região Oeste do Estado e poderiam “mudar completamente a cara do Sertão pernambucano”.

O ministro deve solicitar, junto ao Banco Nacional do Desenvolvimento (BNDES), um estudo detalhado do empreendimento, assim como acionar o Departamento de Parcerias do novo Ministério do Desenvolvimento Regional. Para ser priorizado, o projeto do Canal do Sertão Pernambucano deve, agora, ser enquadrado ou no Plano Nacional de Segurança Hídrica ou no Plano de Desenvolvimento do Nordeste.

Segundo o deputado, entre 2017 e 2018 o governo federal liberou R$ 220 milhões para a Adutora do Agreste, outro projeto considerado de suma importância para amenizar os efeitos dos longos períodos de estiagem em Pernambuco. Ainda faltam ser repassados R$ 413 milhões para finalizar a primeira etapa da obra, que prevê o abastecimento de 23 municípios, de um montante conveniado no valor de R$ 1,4 bilhão. A segunda etapa deverá beneficiar outros 45 municípios do Agreste. (Fonte: Blog da FolhaPE)

6 visualizações