Capture+_2020-02-03-18-40-35.png
banner.jpg
IMG-20191110-WA0069_edited.jpg
  • Facebook
  • Instagram
  • Mikael Sampaio

Fatos & Opiniões



O voto por escravos

O que viria ser o Brasil? A escravidão já era adotada de uma forma geral no período colonial até o período antes do final do império, abolida em 1888.

O Brasil que deixou de ser monarquia em 1889 se tornando república. Após quase 130 anos depois da abolição da escravatura esta quase voltando a ter analogia a escravidão.

Desde a semana passada o presidente Michel Temer vem se articulando para se salva da votação da denuncia que o envolve em escândalo de corrupção - tornando-se em um colono da era da monarquia - em constante guerras intertribais no congresso nacional, estabelecendo e favorecendo deputados colonizadores da bancada ruralista com emendas, assinando uma portaria que traz do volta o trabalho escravo.

Para se salvar nesta quarta-feira (25) da denuncia precisando de 342 colonos dos 513 parlamentares na câmara, em um congresso onde tribos (oposição) buscam autorizar a denuncia, e os colonos (situação) que buscam barrar a denuncia contra o presidente a favores de emendas na troca pelo voto, alterando os conceitos do trabalho escravo contemporâneo a favor da bancada ruralista no congresso.

Temer com seu ministro do trabalho deu uma canetada no trabalhador brasileiro da noite para o dia, algo que realmente é constrangedor no ponto de vista politico, com ilegalidades desrespeitando a hierarquia das normas brasileiras, trazendo regras que contradizem os tratados internacionais do Brasil.

Com o seu comercio de troca de votos por escravos, foi barrado pelo STF nesta terça-feira (24) que suspendeu a portaria, afetando a principal bancada (ruralista) de apoio que tem muitos votos.

Realmente um retrocesso no trabalho analógico a escravidão, fazendo do trabalhador brasileiro, um escravo de empregadores.

#FatosampOpiniões #Politica

0 visualização