banner technobytes.jpeg
OTa2.jpg
LOGO MEGA.jpg
Banner Aveloz
  • Mikael Sampaio

Fabinho Sampaio dá sua versão sobre acusação de agressão a Dr. Edilton e diz que estava sozinho

Acusado de agredir e ameaçar o candidato a vice-prefeito Dr. Edilton Carvalho, Fabinho Sampaio deu sua versão da história ao blog na noite desta sexta-feira, 30. Ele disse que publicações feitas em grupos do Facebook e WhatsApp não condizem com a verdade.


“Ele estava num ponto de mototáxi conversando com o povo. Eu parei meu carro e fui escutar. Aí desci com meu celular na mão. [...] Quando ele me viu com o celular na mão disse: Pode filmar Fabinho Sampaio! Agora diga que eu tô mentindo que seu prefeito foi preso? Estava preso até um dia desse pela Polícia Federal? Eu disse não, não estou sabendo disso não, você é um mentiroso”, relatou, afirmando que a confusão começou nesse ponto.


Fabinho ainda disse que seguiu Edilton até o CEASA, onde houveram agressões verbais mútuas. Em seguida, o candidato aliado de Dr. Marcones foi ao 8ᵒ BPM, onde Fabinho permaneceu e não foi chamado para a Delegacia de Polícia Civil.


Ele também desmentiu uma versão compartilhada nas redes sociais por militantes do grupo de Edilton, de que estaria acompanhado de outros dois homens. “Eu estava sozinho. Eles estão dizendo que tava meu filho, tava Zé Eudes, que nem lá estava. Meu filho estava em casa e eles botaram o pessoal no meio”, esclareceu.


Fabinho disse que amanhã pedirá imagens de estabelecimentos próximos ao ponto de mototáxi para contestar a fake news que espalharam sobre sua pessoa.

0 comentário