Capture+_2020-02-03-18-40-35.png
banner.jpg
IMG-20191110-WA0069_edited.jpg
  • Facebook
  • Instagram
  • Mikael Sampaio

Estiagem coloca 69 municípios pernambucanos em situação de emergência



A situação de emergência em 69 municípios de Pernambuco foi reconhecida pelo Ministério da Integração Nacional, em decorrência do longo período de estiagem. A medida acompanha o decreto estadual 45.570, de 22 de janeiro de 2018, que atesta o cenário anormal nas cidades. Agora, as prefeituras estão aptas a solicitar apoio à União para ações de socorro, assistência e restabelecimento de serviços essenciais, como o reforço das operações de abastecimento de água. A portaria foi publicada na edição de hoje (23) do Diário Oficial da União (DOU).

As cidades que passam a integrar a lista de reconhecimentos federais são: Agrestina, Águas Belas, Alagoinha, Altinho, Angelim, Belo Jardim, Bezerros, Bom Conselho, Bom Jardim, Bonito, Brejão, Brejo da Madre de Deus, Buíque, Cachoeirinha, Caetés, Calçado, Camocim de São Félix, Canhotinho, Capoeiras, Caruaru, Casinhas, Correntes, Cumaru, Cupira, Feira Nova, Frei Miguelinho, Garanhuns, Gravatá, Iati, Ibirajuba, Itaíba, Jataúba, João Alfredo, Jucati, Jupi, Jurema, Lagoa do Ouro, Lajedo, Limoeiro, Machados, Orobó, Palmeirina, Panelas, Paranatama, Passira, Pedra, Pesqueira, Poção, Riacho das Almas, Sairé, Salgadinho, Saloá, Sanharó, Santa Cruz do Capibaribe, Santa Maria do Cambucá, São Bento do Una, São Caetano, São João, São Joaquim do Monte, São Vicente Ferrer, Surubim, Tacaimbó, Taquaritinga do Norte, Terezinha, Toritama, Tupanatinga, Venturosa, Vertente do Lério e Vertentes. Atualmente, Pernambuco está com 125 municípios em emergência com reconhecimento federal em decorrência da estiagem. Algumas cidades, em 2017, passaram por dois decretos e permaneceram nesta situação o ano inteiro.


1 visualização