Capture+_2020-02-03-18-40-35.png
banner.jpg
IMG-20191110-WA0069_edited.jpg
  • Facebook
  • Instagram
  • Mikael Sampaio

Em Petrolina, frente parlamentar alerta para poluição no Rio São Francisco



A Frente Parlamentar de Revitalização do Rio São Francisco e Demais Rios de Pernambuco realizou, na última segunda (25), uma visita técnica ao município sertanejo de Petrolina. Deputados, estudantes, pesquisadores e representantes de movimentos sociais navegaram pelo Velho Chico e debateram a necessidade de cuidar do curso de água que percorre 26 cidades no Estado.

Na ocasião, a agrônoma Melina Costa apresentou os resultados de uma pesquisa, concluída em 2015, que confirmou a poluição do São Francisco na região entre a cidade pernambucana e Juazeiro (BA). “Foram análises químicas, físicas e microbiológicas que comprovaram o que todos já vêem a olho nu. Encontramos altas taxas de coliformes fecais, fósforo e nitrogênio, que vão degradando cada vez mais o rio”, explicou.

Feita de barco ou pela ponte, a travessia é rotina entre os moradores dos dois lados. A estudante Ana Victória Soares, que mora em Petrolina e estuda em Juazeiro, observa diariamente os problemas no rio. “A gente vê baronesas e esgoto jogado diretamente no rio”, relatou. “Dá para perceber que ocorre a degradação, o que não envolve apenas essas duas cidades às margens, mas também aquelas que recebem essa água.”

Também participou da visita o deputado estadual Zó (PCdoB-BA), representando a Assembleia Legislativa da Bahia. Ele enumerou as medidas necessárias para revitalizar o rio. “Tem que ser na bacia inteira: recomposição de matas ciliares, repovoamento de peixes, tratamento dos esgotos, saneamento das comunidades e cidades à margem. Infelizmente, a situação é de desespero para quem conhece o São Francisco”, acredita.

O coordenador da Frente Parlamentar em Defesa dos Rios, deputado Odacy Amorim (PT), anunciou um dos encaminhamentos do colegiado: a sugestão de planos para melhorar os índices de saneamento básico nos municípios. “Esperamos que o Governo de Pernambuco possa assumir, junto com os municípios, o compromisso de fazer um plano de metas de investimento para todas as cidades, de universalizar o tratamento de água e de esgoto e de oferecer água tratada e esgotos recuperados para a natureza”, defende. Como exemplo, o parlamentar citou uma estação de tratamento de esgoto que devolve a água para o São Francisco com 90% de pureza em Petrolina.

Privatização – O deputado Lucas Ramos (PSB), que também participou da visita, lembrou que mais de 200 mil trabalhadores rurais dependem do Velho Chico e criticou a possível privatização da Eletrobras, da qual faz parte a Companhia Hidro Elétrica do São Francisco (Chesf). “Vai significar a alta na conta de energia”, resume. “No momento em que uma entidade privada administrar a geração da energia produzida no Semiárido brasileiro, que já sofre com as intempéries da natureza e uma grave crise hídrica, o consumidor vai pagar.”

Presidente da Comissão de Meio Ambiente da Alepe, o deputado Zé Maurício (PP) informou que, no próximo dia 4 de setembro, será realizada uma audiência pública para debater a privatização do sistema Eletrobras.


0 visualização