top of page
banner technobytes.jpeg
Banner Aveloz
  • Foto do escritorMikael Sampaio

“Dinheiro bom é dinheiro transformado em melhoria da qualidade de vida do povo”, diz Lula


Em reunião ministerial na manhã desta sexta-feira (10\3), o presidente Luiz Inácio Lula da Silva destacou a importância da retomada de obras de infraestrutura que estão paralisadas para estimular o crescimento da economia, gerar empregos e melhorar a vida dos brasileiros que mais precisam.

Dinheiro bom é dinheiro transformado em obra, em melhoria da qualidade de vida do povo, em saúde, em educação e, sobretudo, em emprego, que é o que dá dignidade ao povo brasileiro” Luiz Inácio Lula da Silva, presidente da República

“Nós temos que colocar esse país em funcionamento. A gente não pode ficar chorando o dinheiro que falta, temos que utilizar bem o dinheiro que a gente tem”, disse, delegando aos ministros Fernando Haddad (Fazenda) e Simone Tebet (Planejamento) a missão de viabilizar os recursos para os investimentos necessários e destacando o papel dos bancos públicos para financiar projetos de empresas, cooperativas, estados e municípios com capacidade de endividamento.

De acordo com o presidente, os investimentos para construir ativos que vão aumentar o patrimônio do país e melhorar a qualidade de vida do povo não podem ser proibidos. “Dinheiro bom é dinheiro transformado em obra, em melhoria da qualidade de vida do povo, em saúde, em educação e, sobretudo, em emprego, que é o que dá dignidade ao povo brasileiro”.

Em fala na abertura da reunião, na qual ouviu as prioridades das pastas para retomada das obras, o presidente afirmou não ser possível aceitar a ideia de que o PIB não vai crescer por que alguém disse que não vai crescer. “Nós vamos fazer o PIB crescer por que vamos gerar emprego e vamos gerar emprego com pequenas coisas”.

Lula lembrou da importância dos Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), conduzido em parceria com estados e municípios em seus governos anteriores, e lamentou o fato de hoje cerca de 14 mil obras, de diferentes áreas, inclusive 186 mil casas do Minha Casa Minha Vida, estejam paralisadas.

Ele defendeu a retomada e citou especificamente a ponte entre Juazeiro e Petrolina, no Rio São Francisco, na divisa de Pernambuco com Bahia, cuja obra foi executada só em parte porque faltou alinhamento com um dos municípios. “É chamada de ponte picolé porque ficou igual a um picolé de palito. Vamos ter que terminar esse picolé, vamos fazer a parte que falta”.

O presidente afirmou que depois que voltar de viagem à China, no fim deste mês, quer voltar a viajar pelo Brasil para inaugurar as obras que forem retomadas.

Em rápido balanço sobre os primeiros dois meses de governo, Lula destacou a ação conjunta do governo na catástrofe climática que atingiu o litoral de São Paulo, no Carnaval, e lembrou de outras ações como viagens, reuniões bilaterais, obras já inauguradas e a retomada de projetos essenciais, como o Bolsa Família e o Minha Casa, Minha Vida.

Para ele, a reunião desta sexta, que define as prioridades de novas obras, é começo de fato do campeonato, depois de, segundo ter vencido a “Recopa”, com a aprovação da PEC da Transição antes mesmo de iniciar o mandato, no fim de 2022.

0 comentário

Comments


bottom of page