banner technobytes.jpeg
OTa2.jpg
LOGO MEGA.jpg
Banner Aveloz
  • Mikael Sampaio

Dr. Edilton diz que não sairá candidato em 2022; Dr. Marcones confirma apoio a Pedro Campos e Eliane


Para quem apostava num possível rompimento político entre o prefeito Dr. Marcones Sá e o vice Dr. Edilton Carvalho se enganou, a dupla que comanda a principal cidade do Sertão Central do Estado de Pernambuco continua unida igualzinho em 2020 quando venceram as eleições. Os dois estarão em lados opostos apenas nas eleições de 2022, isso porque o prefeito vai apoiar candidatos de seu partido, já o vice Dr. Edilton apoiará candidatos do grupo político liderado pelo senador Fernando Bezerra Coelho.


O nome do vice-prefeito Dr. Edilton vinha sendo ventilado como opção da região para disputa de uma vaga na Alepe, ele até namorou a ideia e em algumas oportunidades falou como pré-candidato. O prefeito já teria anunciado que seu candidato em 2022 seria seu vice, agora com o anúncio oficial de desistência da pré-candidatura de Dr. Edilton, o prefeito Dr. Marcones confirma apoio ao nome de Eliane Alves. O prefeito de Salgueiro vai apoiar a dupla formada por Pedro Campos e Eliane Alves.


Dr. Marcones é uma das principais lideranças do PSB no Estado de Pernambuco, foi vice-prefeito em duas oportunidades e está no terceiro mandato de prefeito da cidade de Salgueiro. Em 2018 apoiou para deputado federal João Campos atual prefeito do Recife, em 2022 vai apoiar Pedro Campos que é irmão de João e filho do ex-governador Eduardo Campos. Quanto ao vice Dr. Edilton, o prefeito foi enfático ao afirmar que votaria e apoiaria o mesmo com o maior prazer.


Em relação ao nome de seu partido, o PSB para disputar o governo do estado em 2022, o prefeito de Salgueiro Dr. Marcones não esconde sua preferência pela secretária Fernandha Batista. No entanto, o gestor sertanejo foi objetivo ao afirmar que Geraldo Julio é um bom quadro, tem bom relacionamento com correligionários e aliados. Por essa razão o prefeito de Salgueiro se diz tranquilo quanto a escolha do PSB, ele disse que independentemente do nome o partido vai defender o legado de Eduardo Campos. (Via: Didi Galvão)

1 comentário