Capture+_2020-02-03-18-40-35.png
banner.jpg
IMG-20191110-WA0069_edited.jpg
  • Facebook
  • Instagram
  • Mikael Sampaio

Deputado de Minas aceita ser vice de Bolsonaro



Sem outras opções para formar a sua chapa, o pré-candidato a presidente Jair Bolsonaro (PSL) pode arrumar uma solução “caseira”. Com a intenção de aumentar a sua projeção no Sudeste, decidiu convidar o presidente estadual do partido em Minas Gerais, o deputado federal Marcelo Álvaro Antônio, para encarar o pleito. O parlamentar confirmou que foi sondado e disse, inclusive, que está “pronto para assumir a missão”. Bolsonaro havia convidado outras personalidades para a vaga de vice, como o senador Magno Malta (PR-ES). Mas o parlamentar avisou que pretende disputar a reeleição. Mesmo assim, marcou presença no evento de lançamento da candidatura de Bolsonaro, no último dia 22. A advogada Janaína Paschoal, uma das autoras do pedido de impeachment da ex-presidente Dilma (PT), também foi chamada para ocupar o posto. Mas declinou e deixou suas divergências com as posturas com o palanque, durante a convenção do presidenciável, gerando certo desconforto, na ocasião. “O Jair realmente me procurou e conversamos muito, porque existe a possibilidade desta solução. A Janaína (advogada, Janaína Paschoal) foi muito clara ao dizer que precisa amadurecer essa questão com sua família e isso abriu a possibilidade”, afirmou o deputado Marcelo Álvaro, em entrevista ao jornal Estado de Minas, nesta terça (24). Ele, que faz parte do segmento evangélico, disse estar honrado com a possibilidade e “pronto para assumir a missão”. Minas Gerais, inclusive, possui o segundo maior colégio eleitoral do País. O presidente nacional do PSL, Luciano Bivar, também é cotado para a vaga de vice.


0 visualização