IMG-20191213-WA0051.jpg
IMG-20191110-WA0069_edited.jpg
Capture+_2020-02-03-18-40-35.png
  • Facebook
  • Instagram
  • Mikael Sampaio

Deputado alerta para aumento de crimes contra instituições financeiras



Em discurso na Reunião Plenária desta segunda (6), o deputado Álvaro Porto (PTB) chamou atenção para os casos de explosões, arrombamentos e assaltos a instituições financeiras, casas lotéricas e agências dos Correios em Pernambuco. Mencionando levantamento do Sindicato dos Bancários do Estado, o parlamentar afirmou que em 2018 já houve 125 ocorrências do tipo, sendo 28 delas em julho.

“Os balanços de junho e julho deste ano, em comparação com os mesmos meses de 2017, mostram que a linha dos ataques é ascendente. Em junho do ano passado, foram registrados 11 ataques contra 21 em 2018. Em julho de 2017, houve 22 ocorrências contra 28 neste ano. Faltando ainda cinco meses para encerrar 2018, o número de casos já se aproxima do total de ocorrências de 2017, que foi de 185 registros”, relatou.

Como exemplos recentes, Porto citou a explosão de agências do Banco do Brasil e do Bradesco em São Bento do Una (Agreste Central), na madrugada do último dia 31. Na ação, os criminosos incendiaram veículos, enfrentaram a polícia e fizeram uma família refém. “E, como se não bastasse, no mesmo dia a Caixa Econômica de Santa Cruz do Capibaribe também foi assaltada”, ressaltou.

Para o deputado, a realidade contrasta com o discurso do Governo do Estado de que está havendo redução da violência. “Pernambuco paga caro por ter um governador sem pulso, capacidade de comandar ou autoridade”, disse o oposicionista. “Não é possível continuar a viver num Estado em que 75 dos 185 municípios tiveram suas agências bancárias atacadas por bandidos apenas este ano”, lamentou.

Segundo os dados informados, o Agreste contabilizou 54 ocorrências em 2018. No Sertão já houve 29; na Região Metropolitana do Recife, 28; e na Zona da Mata, 14. Álvaro Porto assinalou ainda que, além de conviverem com o pavor, as pessoas estão sendo obrigadas a se deslocar para outras cidades para realizar transações bancárias. Em aparte, o deputado Augusto César (PTB) reforçou as críticas. “Se, na ótica do Governo, os assaltos estão diminuindo, é porque as agências estão fechadas e deixam de atrair os bandidos”, disse.


0 views