Capture+_2020-02-03-18-40-35.png
banner.jpg
IMG-20191110-WA0069_edited.jpg
  • Facebook
  • Instagram
  • Mikael Sampaio

Criminalista diz que autoridades podem usar força para deter Lula



"Se Lula não se entregar até às 18h deste sábado, as autoridades poderão usar a força". A opinião é da criminalista Fernanda Carneiro, professora de pós-graduação do Instituto Brasiliense de Direito Público (IDP). "Podem arrombar porta do Sindicato dos Metalúrgicos ou prender as pessoas que estejam impedindo a entrada", argumentou.

Em entrevista à agência portuguesa Lusa, a criminalista explicou que a limitação quanto ao período da prisão - das 18h às 6h - se refere apenas se Lula estiver em casa ou no local em que trabalha.

A limitação legal existente é a inviolabilidade de domicílio e o Sindicato dos Metalúrgicos, no ABC Paulista, não pode ser considerado local de trabalho, segundo Carneiro.

A professora ressaltou também, no entanto, que as autoridades escolheram agir "com prudência" para evitar "qualquer nulidade" na prisão. A criminalista disse ainda que o ex-presidente "não pode ser considerado um foragido", uma vez que as autoridades "sabem onde ele está".

A expectativa é que o 35º presidente eleito do Brasil (2003-2011) se entregue neste sábado (7). Os advogados do petista informaram à cúpula da Segurança Pública que ele deve se entregar após missa, que será celebrada no Sindicato, em homenagem à ex-primeira-dama, Marisa Letícia Lula da Silva, que faria 68 anos.

#Lula

0 visualização