banner technobytes.jpeg
OTa2.jpg
LOGO MEGA.jpg
Banner Aveloz
IMG-20220720-WA0032.jpg
  • Mikael Sampaio

Covid-19: Pernambuco autoriza o início da vacinação de crianças com 4 anos de idade


Foto: Paulo Paiva/DP

Crianças com 4 anos de idade já podem ser imunizadas contra a Covid-19 em Pernambuco. A recomendação da utilização do imunizante da Coronavac/Butantan foi discutida pelo Comitê Técnico Estadual para Acompanhamento da Vacinação e pactuada com os gestores municipais, nesta segunda-feira (18/07), após a autorização da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).


A decisão de iniciar a imunização das crianças com quatro anos visa garantir a aplicação das duas doses desse público, diante do baixo quantitativo de estoque e a incerteza quanto à expectativa de envio de novos quantitativos pelo Ministério da Saúde (MS). As crianças com 5 anos seguirão sendo vacinadas com doses da Pfizer, conforme decisão anterior da Anvisa


No Estado, o público estimado é de 154.355 pessoas com 4 anos de idade e 149.786 crianças com 3 anos. Os gestores municipais informaram ao Programa Nacional de Imunizações (PNI-PE) possuírem em seus estoques um total de 323.452 doses do imunobiológico da Coronavac/Butantan. As doses devem ser utilizadas para proteção em primeira e segunda aplicação, com intervalo de 28 dias entre elas.

“Ainda com a incerteza do recebimento de novas doses pelo Ministério da Saúde, nosso maior desafio neste momento é garantir que as crianças com 4 anos de idade tenham seu esquema básico completo, com o recebimento das duas doses do imunizante. Já realizamos levantamento junto aos gestores municipais de seus estoques e já identificamos cidades com quantitativo suficiente, outras com doses excedentes e ainda aquelas que não tem vacina suficiente para esse novo público. O PNI está em contato com as cidades, com as Gerências Regionais de Saúde (Geres) e com o Conselho de Secretarias Municipais de Saúde de Pernambuco (Cosems) para realizar o esforço operacional necessário para que os municípios com menos doses possam ofertar o imunizante para sua população”, destacou o secretário estadual de Saúde, André Longo.


“É importante frisar, que o Ministério da Saúde liberou o início da vacinação das crianças com as doses disponíveis nos estoques de cada município. O PNI Estadual já encaminhou para o Ministério as informações repassadas pelos gestores municipais, e, esperamos saber ainda esta semana como o órgão federal irá se posicionar quanto ao andamento da campanha”, reforçou a superintendente de Imunizações do Estado, Ana Catarina de Melo.


A superintendente chamou atenção ainda para a necessidade de ampliação da cobertura vacinal para crianças entre 5 e 11 anos de idade. "Apesar do avanço da vacinação contra a Covid-19 em uma nova faixa etária, a nossa cobertura vacinal para segunda dose do público formado por crianças entre 5 a 11 anos ainda é muito baixa. Até o momento, 32,68% desse público está com o esquema básico completo (386.472 doses aplicadas), quando a meta mínima é de 90%. Estamos avançando e oferecendo a proteção para mais crianças, porém não podemos esquecer dos públicos anteriormente autorizados". (Por DP)

0 comentário