Capture+_2020-02-03-18-40-35.png
banner.jpg
IMG-20191110-WA0069_edited.jpg
  • Facebook
  • Instagram
  • Mikael Sampaio

Conselho Regional de Medicina Veterinária em Pernambuco não pode exigir registro de pet shops



O Ministério Público Federal em Pernambuco (MPF/PE) expediu recomendação para que o Conselho Regional de Medicina Veterinária em Pernambuco (CRMV-PE) deixe de exigir registro de empresas que comercializam animais vivos e medicamentos veterinários (pet shops). O documento foi assinado pelo procurador da República Alfredo Falcão Jr. No documento, o procurador da República considera que empresas que possuem como atividade básica o comércio de produtos agropecuários e de animais vivos não desempenham atividades relacionadas à medicina veterinária e, portanto, não possuem a obrigatoriedade de registro perante o CRMV-PE e nem da contratação de profissionais veterinários. De acordo com as apurações em inquérito civil instaurado pelo MPF, o conselho vem submetendo os estabelecimentos comerciais a fiscalização e até pagamento de anuidade e multas, desrespeitando a legislação e a jurisprudência do Superior Tribunal de Justiça. O MPF fixou prazo de 60 dias, a partir da data de notificação, para que o CRMV-PE informe sobre o acatamento ou não da recomendação. Em caso de omissão, o MPF poderá tomar as medidas administrativas e judiciais cabíveis.


0 visualização