banner technobytes.jpeg
OTa2.jpg
LOGO MEGA.jpg
Banner Aveloz
  • Mikael Sampaio

Comissão da Alepe aprova projeto que exige fisioterapeuta em UTIs privadas


A Comissão de Administração Pública da Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe) aprovou, nesta quarta-feira (4), o projeto de lei que determina que clínicas e hospitais privados do estado devem ter, no mínimo, um fisioterapeuta para cada dez leitos de terapia intensiva (UTI). A presença do especialista deve ser garantida nos três turnos de trabalho.


A proposta de autoria do deputado João Paulo (PCdoB) também exige que as unidades tenham um coordenador técnico-científico especialista em Terapia Intensiva na área de atuação exigida pelo setor. O documento deverá ser expedido pela Associação Brasileira de Fisioterapia Cardiorrespiratória e Fisioterapia em Terapia Intensiva (Assobrafir) e registrado no Conselho Federal de Fisioterapia e Terapia Ocupacional (Cofito).


De acordo com o projeto, os hospitais e clínicas que têm cobertura de um fisioterapeuta durante 18 horas diárias terão um ano para se adequar a lei, enquanto as unidades que não possuem os profissionais deverão fazer o ajuste em até 180 dias. (Rádio Cultura)

0 comentário