Capture+_2020-02-03-18-40-35.png
banner.jpg
IMG-20191110-WA0069_edited.jpg
  • Facebook
  • Instagram
  • Mikael Sampaio

Combate à dengue foi tema de audiência pública em Salgueiro


A Câmara de Vereadores de Salgueiro realizou, nesta terça-feira (11), no Plenário da Casa, uma audiência publica para debater epidemia de dengue no município. O objetivo de evento foi levantar ações de mobilização para enfrentar a doença. O vereador Bruno Marreca (SD) foi o proponente.


Participaram do debate os vereadores George Arraes, Bruno Marreca, Paizinha Patriota, Eliane Alves, Zé Carlos, Augusto Matias, Erivaldo Pereira, Pedro de Compadre, Professor Hercílio, Antônio Pires e Flávio Barros além de Auxiliadora Veras (Gestora da VII Geres), Maria Gilcia Dantas (Diretora do Hospital Regional Inácio de Sá), José Alves (representando o Ministério da Saúde), Amâncio Filgueira e Auxiliadora Magalhães (representantes da epidemiologia do Estado de Pernambuco), Jairo Veríssimo (Presidente do Conselho de Saúde) a ausência mais sentida, foi da secretária de Saúde do Município, Adja Barros que não compareceu e nem mandou representante. Salgueiro obtém os maiores índices de caso de dengue de todo Estado de Pernambuco.


Auxiliadora Veras fez um levantamento dos casos notificados e agradeceu a oportunidade que foi dada em debater e esclarecer sobre a epidemia que assola Salgueiro. “Estamos vivenciando este ano, algo que foi, e, é motivo de preocupação. Até a 23ª semana foram notificados 3.630 casos notificados em Salgueiro”, disse.


“Em relação às notificações do Hospital Regional Inácio de Sá, de janeiro até semana passada, o Hospital notificou 2.122 casos de Dengue deste total, 1.954 casos foram de Salgueiro, respondendo a 92% dos casos que atendidos. Temos uma equipe, uma vigilância de epidemiologia que trabalha 24 horas. Nossa equipe fez o trabalho da Atenção Básica. Mesmo com as dificuldades não deixamos de atender ninguém, nosso lema foi acolhimento a todos os casos de arboviroses que chegar ao hospital”, ressaltou Maria Gilcia Dantas.


O vereador Bruno Marreca agradeceu a presença de todos e lamentou a ausência dos representantes da Saúde do município. “Queríamos explicações. Um TAC foi assinado no dia 13 de maio. Neste dia, estavam registrados 1.657 casos aqui, em Salgueiro. A população nos cobra. Vamos sair daqui, com encaminhamentos para tentar abrir a UPA 24 horas, queremos explicações de quais medidas estão sendo tomadas para combater essa epidemia”, destacou Bruno Marreca, que ainda reafirmou a necessidade de que toda a sociedade se una para combater a dengue.

21 visualizações