Capture+_2020-02-03-18-40-35.png
IMG-20191110-WA0069_edited.jpg
Camarao e cia.jpg
  • Facebook
  • Instagram
  • Mikael Sampaio

Com bênção de Lula, Marília Arraes realiza convenção e é oficialmente candidata à prefeita do Recife


Marília e João são oficializados candidatos na chapa PT/PSOL no Recife (Ricardo Labastier)

A convenção do PT/PSOL no Recife, transmitida virtualmente pelas redes sociais para evitar aglomerações e previnir o risco de contaminação da covid-19 durante a pandemia, oficializou a deputada federal Marília Arraes (PT) como candidata à prefeita e o advogado João Arnaldo (PSOL), como candidato a vice. Apesar de Marília já ter se colocado como pré-candidata há certo tempo, a oficialização do nome do vice-prefeito só aconteceu às vésperas da realização da convenção, em uma reunião realizada na noite desta terça-feira (15) e a escolha se deu por conta da aliança firmada entre as duas legendas. Em seu discurso nas convenções, realizado na manhã desta quarta-feira (16), Marília Arraes fez referência as movimentações feitas pelo PSB para manter o PT no arco de alianças da Frente Popular e, assim, retirar mais uma vez, Marília da disputa antes mesmo de chegar às urnas. "Esta é uma candidatura que desagradou muita gente que tinha um projeto de poder para, talvez, os próximos 20 ou 30 anos, e achava que poderia tirar a liberdade das pessoas de escolher seu representante. Mas eleição não se ganha por W.O, mas se disputa nas urnas, com debates de ideias e projetos para a Cidade", disse. “Desde o começo do ano estamos construindo um diálogo direto com a população. Estamos debatendo a cidade através de cinco eixos centrais: Saúde, Educação, Combate às Desigualdades, Cultura, Esporte e Lazer e Mobilidade. Hoje foi a oportunidade de, por exemplo, reafirmar o meu compromisso com o fim das palafitas na cidade e com a erradicação das filas nas creches”, afirmou Marília em outro momento do seu discurso. Durante a convenção, foram exibidos depoimentos em vídeo, de cada um dos candidatos a vereador dos partidos da base aliada da petista (PSOL, PMB e PTC). A convenção também ganhou o apoio de representantes da classe artística, como Flaira Ferro e Chico Buarque. Entre os que tentam garantir uma vaga na Câmara do Recife, estão o ex-prefeito e vereador João da Costa (PT), vereador Jairo Brito (PT) e vereador Ivan Moraes (PSOL) buscando a reeleição, e nomes como Dani Portela (PSOL), Jurandir Liberal (PT) e Fernando Ferro (PT). Além de outras cinco chapas que concorrem a mandatos coletivos, sendo um do PT e quatro do PSOL.  Os presidentes do Diretório Municipal e Estadual do PT, respectivamente Cirilo Mota e Doriel Barros, também tiveram seus vídeos exibidos na convenção. Durante os debates internos sobre a permanência do PT em uma aliança com o PSB ou o lançamento de uma candidatura própria, os dois presidentes se posicionaram favoráveis a manutenção da aliança com os socialistas. No evento realizado na manhã desta quarta-feira, Cirilo colocou seu apoio à campanha. "Nessas eleições, apresentamos a candidatura da deputada Marília Arraes, que tem a missão de continuar essa contrução junto com o povo. Para isso contamos com sua ajuda", falou. O presidente do PT-PE e deputado estadual Doriel Barros, convocou a militância petista a apoiar Marília. "Tenho absoluta certeza de que vamos construir uma campanha organizada e bonita, como diz o presidente Lula, nosso povo precisa voltar a sonhar e para isso precisamos de todos e da militância de cada um de vocês". O senador Humberto Costa, principal nome petista da aliança com o PSB, iniciou sua fala reforçando a militância que seu posicionamento sobre a candidatura de Marília era conhecido. "Estou cumprindo essa decisão nacional e não poderia deixar de ser assim". Em seu discurso, Humberto voltou a defender que o tom da campanha do PT nestas eleições não deve ser o de ataques ao PSB. "Precisamos entender nesa campanha quem são os nossos adversários reais e quais não são. Os nosso verdadeiros adversários são essa direita que está aí. É a candidatura de Patrícia (Domingos) que representa o lavajatismo. É Mendonça Filho, que foi um dos participantes do governo Temer, intergrante da 'turma do Temer', e hoje tenta se chegar mais próximo a Bolsonaro, além d eoutros de menor dimensão", defendeu o senador. "Não acho que o PSB seja nosso principal adversário. Isso não significa que não vamos marcar posição e nossas diferenças", disse Humberto Costa se referindo as eleições de 2006, quando o PT se aliou a Eduardo Campos no segundo turno para vencer Mendonça Filho. Nacionais Antes de Marília discursar como candidata, foram exibidos vídeos dos ex-presidentes Lula e Dilma Rousseff, do ex-presidenciável Fernando Haddad, da presidente nacional do PT, Gleisi Hoffman e do presidente nacional do PSOL, Juliano Medeiros. "Marília é o retrato da mulher ocupando seu espaço. Ela é 'boa de briga' e tem tudo para ganhar essa eleição. Foi Marília que escolheru o PT em um dos maomentos mais difíceis da nossa vida, quando o partido sofreu uma perseguição midiatica e judicial. Isso só mostra sua coragem", disse o ex-presidente Lula. Também em vídeo exibido antes do discurso de Marília, a ex-presidente Dilma Rousseff, lembrou que, caso eleita, Marília vai ser a primeira mulher eleita prefeita da Cidade do Recife. "O atual presidente não se importa com a vida da população. Por isso, mais do que nunca, é preciso ter na prefeitura alguém que governe para todos. Governar para todos é não deixar ninguém para trás. Marilia é deputada federal e foi três vezes vereadora, o que torna ainda mais legitimo o seu projeto de ser prefeita da cidade". (Por Diário de Pernambuco)



LOGO MEGA.jpg