Capture+_2020-02-03-18-40-35.png
IMG-20191110-WA0069_edited.jpg
Camarao e cia.jpg
  • Facebook
  • Instagram
  • Mikael Sampaio

Caixa deve liberar R$ 17,6 milhões para mobilidade urbana em Petrolina


O senador Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE) e o prefeito de Petrolina (PE), Miguel Coelho, solicitaram hoje (31), ao presidente da Caixa Econômica Federal (CEF), Pedro Guimarães, a liberação de um financiamento de R$ 17,6 milhões para investimentos em mobilidade urbana na cidade-natal do parlamentar. Durante o encontro – na sede da CEF, em Brasília – que também contou com a participação do deputado federal Fernando Filho (DEM), ficou acertada uma visita de Guimarães a Petrolina no próximo dia 23 de março.


“Receberemos o presidente da Caixa no nosso município para a formalização desta e de outras ações como também para mostrar a ele iniciativas reconhecidas não só no nosso estado de Pernambuco como também no país, como é o caso do Hospital Oncológico Dom Tomás e da fruticultura irrigada”, afirmou o prefeito Miguel Coelho.


Conforme explicou o senador, a concessão dos R$ 17,6 milhões à Prefeitura de Petrolina já tem parecer técnico do Ministério do Desenvolvimento Regional (pela aprovação dos investimentos). “E o presidente da Caixa demonstrou disposição em liberar o financiamento com a maior celeridade possível”, destacou Fernando Bezerra.


NOVA LEGISLATURA – Nesta quinta-feira, o senador também falou sobre as expectativas para a próxima legislatura, que começa oficialmente amanhã (1º). Na avaliação do parlamentar, o Senado precisará se dedicar a agendas que Bezerra Coelho considera “prioritárias para o país”, como é o caso das reformas – principalmente, a da previdência – e de questões relacionadas à segurança pública.


“Acredito que o Senado Federal vai confirmar as expectativas da sociedade brasileira votando temas que interessam de perto ao nosso povo”, analisou Fernando Bezerra, ao destacar o elevado déficit da previdência.


“É preciso se tomar uma decisão para equilibrar estas despesas e criar as condições para que o Brasil possa voltar a crescer. O que o povo brasileiro quer é emprego. E, para isto, a economia tem que estar equilibrada para que o país possa crescer de 3% a 4% e poder gerar dois milhões de empregos por ano”, acrescentou o senador, que nos próximos quatro anos também continuará dedicado a garantir segurança hídrica no Sertão e em todas as regiões de Pernambuco.

LOGO MEGA.jpg