Capture+_2020-02-03-18-40-35.png
IMG-20191110-WA0069_edited.jpg
Camarao e cia.jpg
  • Facebook
  • Instagram
  • Mikael Sampaio

Caixa define novo calendário de saques do auxílio emergencial de R$ 600


A Caixa Econômica Federal informou nesta segunda (13) o calendário detalhado de pagamentos dos novos lotes do auxílio emergencial do governo federal.


O banco redefiniu as datas de início dos depósitos de cerca de R$ 4,7 bilhões do benefício para 9,4 milhões de brasileiros inscritos no CadÚnico (Cadastro Único) do governo federal, que deverá começar a ser pago na quinta-feira (16), mesma data em que começa o pagamento dos beneficiários que recebem o Bolsa Família.


Inicialmente, a Caixa havia divulgado que começaria a fazer os depósitos para inscritos no CadÚnico nesta terça (14) e para mães chefes de família entre segunda (13) e terça (14).


O banco explicou que esse novo cronograma ocorre em função da previsão de envio pela Dataprev, nesta terça-feira (14) pela manhã, de um primeiro lote de informações dos brasileiros que efetuaram o cadastro pelo aplicativo Auxílio Emergencial e pelo site auxilio.caixa.gov.br que cumprem os critérios de elegibilidade.


Até as 16h desta segunda (13), o volume dos que se cadastraram por estes canais superava 34 milhões de cidadãos.


O auxílio emergencial já foi liberado para mais de 2,5 milhões de brasileiros, totalizando mais de R$ 1,5 bi na economia.


Nesta semana receberão 2.719.810 beneficiários do Bolsa Família, conforme calendário:


Quinta-feira (16): 1.360.024 beneficiários do Bolsa Família cujo último digito do NIS é igual a 1


Sexta-feira (17): 1.359.786 beneficiários do Bolsa Família cujo último digito do NIS é igual a 2

Os inscritos no CadÚnico até 20/03/2020 que não fazem parte do Bolsa Família e que tiveram os critérios de elegibilidade verificados pela Dataprev receberão o auxílio emergencial na poupança social digital da Caixa ou em conta no Banco do Brasil.


A Caixa inclui nesse grupo as mulheres chefes de família e únicas responsáveis pelo sustento dos filhos.


Veja o calendário de depósitos na poupança social digital Caixa para pessoas do CadÚnico e mães chefes de família


Confira o calendário abaixo:


Terça-feira (14): crédito para 831.013 pessoas, sendo pela poupança digital, a partir de 12h, 557.835 pessoas (nascidas em janeiro), e 273.178 pessoas com conta no Banco do Brasil


Quarta-feira (15): 1.635.291 pessoas nascidas em fevereiro, março e abril (pela poupança digital)

Quinta-feira (16): 2.282.321 pessoas nascidas em maio, junho, julho e agosto (pela poupança digital)

Sexta-feira (17): 1.958.268 pessoas nascidas em setembro, outubro, novembro e dezembro (pela poupança digital) %u200B


SAQUES EM DINHEIRO


Outra novidade é a divulgação das datas para o saque em dinheiro do benefício, sem cartão, nos caixas eletrônicos e lotéricas.

Esses saques serão liberados a partir de 27 de abril. A ordem de pagamento dos beneficiários será conforme o mês de aniversário de quem recebe.

A Caixa destaca que não é necessário sacar o dinheiro, pois os recursos creditados na poupança digital podem ser utilizados através do aplicativo Caixa Tem para pagamentos e transferências, entre outros serviços.


Segue abaixo o calendário de saque em espécie da poupança digital:


27 de abril - nascidos em janeiro e fevereiro


28 de abril - nascidos em março e abril

29 de abril - nascidos em maio e junho


30 de abril - nascidos julho e agosto


04 de maio - nascidos em setembro e outubro

05 de maio - nascidos em novembro e dezembro

POUPANÇA DIGITAL CAIXA

A Caixa reformou que não é necessário corrida às agências ou casas lotéricas para ter acesso aos recursos do auxílio emergencial.


O banco abrirá automaticamente a poupança digital para os brasileiros considerados aptos a receber o auxílio emergencial.


Os que receberem o crédito por meio dessa conta poderão, por exemplo, pagar boletos e contas de água, luz, telefone, entre outras.


É possível também efetuar transferências ilimitadas entre contas da Caixa ou realizar gratuitamente até três transferências para outros bancos a cada mês, pelos próximos 90 dias. (Por Folhapress)

LOGO MEGA.jpg