banner technobytes.jpeg
OTa2.jpg
LOGO MEGA.jpg
Banner Aveloz
IMG-20220720-WA0032.jpg
  • Mikael Sampaio

Câmara rejeita suplementação de R$ 29 milhões e pede retirada de dotações para contratos temporários


Por maioria absoluta dos presentes na Sessão Ordinária dessa quarta-feira, 21, a Câmara de Vereadores de Salgueiro rejeitou uma suplementação orçamentária de R$ 29 milhões solicitada pelo prefeito do município. Os vereadores que votaram contra disseram que só aprovam o projeto se for enviado novamente, separando as dotações para contratos temporários. No projeto constam recursos suplementares para contratos por tempo determinado na ordem de R$ 3.508.000.


Os parlamentares da base do prefeito afirmaram que sem a suplementação serviços essenciais, como o TFD, vão parar. Já os vereadores de oposição ao prefeito falaram que houve falta de planejamento na elaboração do orçamento e ressaltaram que a lei garante a execução desses serviços básicos por até 90 dias, mesmo sem pagamento.


Como já citado, os edis que rejeitaram a transferência de dotações de algumas áreas para outras pediram que gestor municipal envie novamente o projeto retirando suplementações para contratos temporários. Alguns falaram que muitos desses contratos foram assinados em excesso, visando apoio político para as eleições 2022.

0 comentário