banner technobytes.jpeg
OTa2.jpg
LOGO MEGA.jpg
Banner Aveloz
  • Mikael Sampaio

Boletim Covid-19: Pernambuco ultrapassada 9 mil casos confirmados


A Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) confirmou, nesta terça-feira (05/05), 462 novos casos de Covid-19 em Pernambuco. Entre os confirmados hoje, 271 se enquadram como Síndrome Respiratória Aguda Grave (Srag) e 191 são casos leves. Agora, Pernambuco totaliza 9.325 casos já confirmados, sendo 5.741 graves e 3.584 leves.


Dos casos graves, 2.091 evoluíram bem, receberam alta hospitalar e estão em isolamento domiciliar. Outros 1.589 estão internados, sendo 221 em UTI e 1.368 em leitos de enfermaria, tanto na rede pública quanto privada. Além disso, o boletim registra 77 novos pacientes recuperados da doença, totalizando 1.312 pacientes recuperados do novo coronavírus em Pernambuco.


Até agora, os casos graves confirmados da doença estão distribuídos por 131 municípios pernambucanos (tabela 1), além do Arquipélago de Fernando de Noronha e da ocorrência de pacientes em outros Estados e países.  Para visualizar os casos leves por cidade, é possível acessar o hotsite www.pecontracoronavirus.pe.gov.br (no topo há um painel que leva ao dados.seplag.pe.gov.br, onde é possível ter acesso a esta informação).


Também foram confirmados laboratorialmente 58 óbitos (sendo 26 mulheres e 32 homens),  de pessoas residentes nos municípios de Recife (23), Jaboatão dos Guararapes (10), Olinda (6), Vitória de Santo Antão (3). Paulista (2), Camaragibe (1), Buenos Aires (1), Cabo de Santo Agostinho (1), Floresta (1), Garanhuns (1), Itaquitinga (1), Limoeiro (1), Palmares (1), Paudalho (1), São José da Coroa Grande (1), Jaqueira (1), São Lourenço da Mata (1), Tamandaré (1), Taquaritinga do Norte (1), Com isso, o Estado totaliza 749 mortes pela Covid-19. Dos 58 óbitos, que ocorreram entre os dias 14.04 e 04.05, 57 pacientes tinham idades entre 36 e 93 anos, e 1 com 3 dias de vida.


Dos 58 pacientes que vieram a óbito, 45 apresentavam comorbidades confirmadas: hipertensão   (27),   diabetes   (14),   doença   cardiovascular   (13),   doença   de   Alzheimer (1), obesidade (8), AVC (4), tabagismo (4), doença pulmonar obstrutiva crônica (1), etilismo (1), asma (2), Infarto (1), insuficiência venosa crônica (1), esquizofrenia (1), tuberculose (1), Imunodeprimido (1), artrite (1), doença renal (2) e doença hepática (1)– o mesmo paciente pode ter mais de uma comorbidade. Seis não tinham comorbidades e os demais estão em investigação pelos municípios. As faixas etárias dessas pessoas são: 0 a 9 anos (1), 30 a 39 (3), 40 a 49 (5), 50 a 59 (8), 60 a 69 (9), 70 a 79 (16), 80 ou mais (16).


Com relação à testagem dos profissionais de saúde com sintomas de gripe, em Pernambuco, até agora, 2.334 casos foram confirmados e 1.562 descartados. As testagens abrangem os profissionais de todas as unidades de saúde, sejam da rede pública (estadual e municipal) ou privada. O Estado foi o primeiro do país a criar um protocolo para testar os profissionais da área da saúde.


VISITA.COM - Para minimizar o isolamento necessário aos pacientes internados com Covid-19,o Governo de Pernambuco criou o programa visita.com. Unidades da rede estadual de saúde estão recebendo tablets e roteadores wi-fi para possibilitar o contato de familiares e pacientes por meio de videoconferências. Além de permitir as visitas virtuais, o visita.com será um canal de comunicação entre as equipes médicas e as famílias, que poderão acompanhar a evolução clínica e o processo de recuperação dos pacientes por meio de boletins diários. Para implantar o visita.com, o Governo do Estado teve o apoio de parceiros privados, que doaram 100 tablets e 20 roteadores.


Com os tablets, serão realizadas videochamadas pelo WhatsApp. Cada unidade de saúde terá uma equipe de “Comunicação e Acolhimento”, formada por profissionais que não estão lidando com cuidados assistenciais. A rotina de visitas virtuais será feita com ao menos uma intervenção diária, de acordo com o fluxo hospitalar, e cada paciente terá um familiar de referência.


“A situação de pandemia pela Covid-19 impôs restrições de visitas e acompanhantes. No entanto, a interação social, além de humanizar o atendimento hospitalar, é, sem sombra de dúvidas, de suma importância para contribuir na recuperação dos pacientes. Além disso, é fundamental que os familiares possam estabelecer um canal para esclarecimento sobre a evolução clínica e o processo de recuperação do paciente. Por isso, vamos usar a tecnologia a favor do usuário do SUS”, ressalta o secretário André Longo.


O tempo recomendado é de 5 a 10 minutos por paciente e haverá acolhimento psicológico antes e após as visitas. No caso dos pacientes sem capacidade verbal efetiva, as equipes irão optar por chamadas em viva-voz. Inicialmente, o visita.com será implantado nos hospitais de Referência Covid-19 - Boa Viagem, Universitário Oswaldo Cruz, Agamenon Magalhães e Dom Hélder Câmara.


TESTES - A partir desta terça-feira (05.05), o Governo de Pernambuco está encaminhando 90 mil testes rápidos para a Covid-19 para os municípios do Estado. Os kits foram enviados pelo Ministério da Saúde no último domingo (03) e estão sendo disponibilizados às cidades pernambucanas por meio do Conselho de Secretarias Municipais de Saúde (Cosems). O quantitativo por cidade é acordado pelo critério populacional e de acordo com os acordos realizados nas Comissões Intergestores Bipartite (CIB). Os municípios já tinham recebido uma remessa anterior de 34,8 mil testes.


De acordo com orientação do Ministério da Saúde, os testes devem ser disponibilizados para profissionais de saúde ou segurança que apresentaram sintomas gripais e seus contactantes também sintomáticos. O exame deve ser feito, no mínimo, com 7 dias completos desde o início dos sintomas de síndrome gripal e mínimo de 72 horas assintomático.


Caso o resultado do teste seja negativo, os profissionais de saúde e segurança ficam aptos a retornar imediatamente ao trabalho. Um resultado positivo determina afastamento de 14 dias, após o início dos sintomas. A mesma recomendação vale para o teste da pessoa com Síndrome Gripal que reside no mesmo domicílio de um profissional de saúde ou segurança. Se o teste for positivo, o profissional contato deverá realizar 14 dias de isolamento domiciliar. Se for negativo, pode retornar ao trabalho.


Pernambuco foi o primeiro Estado do país a criar um protocolo para testar os profissionais da área da saúde. Na rede estadual, os hospitais regionais também estão ofertando os testes rápidos para os servidores estaduais - em Ouricuri, a testagem é feita em parceria com o município.


Além disso, na Região Metropolitana do Recife, três centros avançados de testagem da Covid-19 foram instalados pelo Governo do Estado e já estão realizando o teste rápido, além da coleta de material para o RT- PCR. No Centro de Formação dos Servidores e Empregados Públicos do Estado de Pernambuco (Cefospe), na Boa Vista, no Recife, e no Centro de Convenções de Pernambuco (Cecon-PE), no Complexo de Salgadinho, em Olinda, o funcionamento é de segunda a segunda, das 8h às 17h, para os profissionais de saúde e segurança em geral, além dos seus contatos. Já na Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE), no Bongi, de segunda a sexta-feira, das 8h às 16h, o atendimento é exclusivo para os servidores que atuam nas sedes da SES (Bongi e Boa Vista). A marcação para os exames é feita pelos e-mails coletasede@gmail.com (Centro SES), coletacefospe@gmail (Centro Cefospe) ou coletacecon@gmail.com (Centro Cecon).

0 comentário