top of page
banner technobytes.jpeg
Banner Aveloz
  • Foto do escritorMikael Sampaio

Bancos de Leite Humano precisam de doações, reforça SES-PE


A Rede de Bancos de Leite Humano é uma ação estratégica de promoção, proteção e apoio ao aleitamento materno. Além disso, é responsável pelo processamento, distribuição e controle de qualidade de todo o material colhido. A Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE), visando à redução da mortalidade infantil e à melhoria da qualidade da saúde infantil, alerta para a importância e necessidade de aumentar o abastecimento do estoque de leite humano e estimular as doações. Atualmente, o estoque de leite pauterizados nos bancos da rede pública de saúde de Pernambuco encontra-se em baixa. De acordo com a coordenadora do Banco de Leite do Hospital Agamenon Magalhães (HAM), Agnes Freitas, para um cenário confortável o ideal seria de 60 litros em estoque, entretanto, essa não tem sido a realidade, que no momento conta com 20 litros de leite humano. Devido ao baixo estoque, a distribuição está priorizando os recém-nascidos da UTI Neonatal e bebês de baixo peso. O quadro se repete nos demais bancos da rede estadual (Hospital Barão de Lucena: 20 litros; Hospital Dom Malan: 20 litros; Hospital Jesus Nazareno: 29 litros). “O leite materno é o alimento ideal para criança, de forma exclusiva até os seis primeiros meses de vida e após esse período, conforme a rotina da mamãe e do bebê. Os benefícios são inúmeros como imunidade, valor nutritivo, desenvolvimento intelectual, proteção contra doenças, entre outros”, destaca a coordenadora. Estão aptas para doação todas as mulheres em fase de lactação, que estejam amamentando, sejam saudáveis e não façam uso de medicamentos que interfiram na amamentação. Também são consideradas as nutrizes que precisam suspender temporariamente o aleitamento materno diretamente no seio, devido à condição clínica do recém-nascido. A coordenadora estadual de aleitamento materno, Celina Lira, reforça a importância do apoio das mães que podem ser doadoras. “Qualquer que seja o volume doado fará muita diferença e, com certeza, vai contribuir para salvar a vida de bebês prematuros internados”, pontua. O processo de doação é simples. Para doar no HAM, a mãe deve entrar em contato através do telefone 3184 -1690 ou ir até o banco de leite para triagem e cadastro, apresentar os exames de pré ou pós-natal compatíveis com a doação de leite ordenhado e receber a orientação do profissional em relação à coleta e armazenamento do Leite Humano. SERVIÇOS

0 comentário
bottom of page