Capture+_2020-02-03-18-40-35.png
banner.jpg
IMG-20191110-WA0069_edited.jpg
  • Facebook
  • Instagram
  • Mikael Sampaio

Artigo: Para que serve um governo que discursa para os pobres? Mas só governa para os ricos!


Nos últimos tempos publiquei na minha página no Facebook  onze textos de conteúdo público e dirigidos, principalmente, aos meus conterrâneos de Verdejante, sempre com um único objetivo: informar sobre o que se passa naquele pequeno município sertanejo e que, por dedução óbvia, serve de espelho para outros entes de Pernambuco e do Brasil.

Sei que muitos visualizaram. Alguns concordaram. Outros discordaram. Há, inclusive, quem não "curte", ou sequer comenta, pelas mais variadas razões. Eu entendo. Mas não compreendo!

Explico: Entender, seria admitir que hoje Verdejante vive uma ditadura política, onde se governa para "poucos", uma casta, embora se diga que o governo foi eleito por "muitos". Ou seja, faz-se um discurso para pobre, mas, governa-se mesmo é para rico! Não compreender, por seu turno, seria admitir que o povo sofrido e desempregado (principalmente a juventude abandonada à própria sorte), tem medo de falar e se sente intimidado para criticar ou discordar. É a inversão da lógica do que é correto e que impera em Verdejante: O certo, é errado; e o errado, é que é o certo!

A regra geral, portanto, é ficar calado, ou melhor: sofrer calado.

Ora, como você pode querer mudar sua vida, sua cidade, seu bairro, sua rua, seu sítio ou sua comunidade, se você não tem coragem de falar em sua própria defesa ou em defesa da coletividade que você faz parte?


Todo agente público (Prefeito, Secretário, Diretor, Vereador ou mesmo o mais simples dos servidores), têm a obrigação de prestar contas dos seus atos ao povo e, sobretudo, o dever de dar satisfações dos recursos públicos que recebe à sociedade, e isto não é favor...


Comece agora olhando para a sua casa. Preste atenção na sua rua. No seu bairro. Exija calçamentos, rede de esgotos, água limpa e tratada, iluminação pública. Cobre a conclusão e restauração de espaços públicos, a construção de novas praças, de quadras poliesportivas, de áreas de lazer, de cultura, etc. Veja o que pode ser melhorado. Lute por seus direitos. Na vida nada cai do céu.


Pergunte ao seu vizinho, amigo ou familiar:


a) Se eles sabem onde e como foram aplicados os R$ 400.000,00 (QUATROCENTOS MIL REAIS) extras que o atual Prefeito recebeu neste mês de Julho/2019 decorrente do acréscimo de 1% do FPM (Fundo de Participação dos Municípios)?


- Se eles sabem quanto foi arrecadado e como foi aplicado o dinheiro proveniente da venda da FOLHA DE PAGAMENTO dos servidores da Prefeitura para o Banco Bradesco S/A?


- Por que alguns Prefeitos (em Verdejante principalmente!) não concluem as obras deixadas pelo seu antecessor (Praças, Quadras, Escolas e outras edificações públicas)?

- A quem pertence, quanto se paga e quanto custa por mês aos cofres do pequeno Município de Verdejante/PE, o aluguel da camioneta de luxo, cabine dupla, marca/modelo Mitsubishi L200, que serve ao atual Alcaide?


- Por que se prefere nomear parentes em cargos comissionados (praticando nepotismo direto e cruzado), ou contratar alguns poucos por período determinado e indevidamente (burlando a lei), em vez de realizar concurso público na Prefeitura e na Câmara de Vereadores, dando igualdade de oportunidades para todos sonharem com um emprego público de verdade?


- Por que... (Ah..., são tantos!).


Saibam a quem notícias tiverem e a quem interessar possa, que até hoje (15/07/2019), Verdejante já recebeu mais de quatro milhões e meio de reais (confira-se a imagem abaixo).


Será que a população sabe dizer o que foi feito com todos esse dinheiro?

O cidadão deve buscar se informar, participar e questionar tudo que diga respeito a vida do seu município.



98 visualizações