banner technobytes.jpeg
OTa2.jpg
LOGO MEGA.jpg
Banner Aveloz
IMG-20220720-WA0032.jpg
  • Mikael Sampaio

Agricultores do Sertão do Araripe começam a receber sementes


Os agricultores do Sertão do Araripe começaram a receber as sementes do Programa Campo Novo 2022, do Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA), órgão vinculado à Secretaria de Desenvolvimento Agrário de Pernambuco (SDA). A primeira entrega, realizada no município de Araripina na última quarta-feira (26), contou com a presença do presidente da instituição, Kaio Maniçoba, e do secretário de Desenvolvimento Agrário, Claudiano Martins.


“Dessa forma, a população rural estará preparada para o plantio, assegurando mais qualidade de vida e renda para o campo. E o IPA está de portas abertas para receber agricultores e líderes de associações e sindicatos rurais. Vamos manter diálogo direto para que possamos trazer boas novas e mais conquistas”, afirmou Maniçoba.


Com um aporte de R$ 1.7 milhão para essa etapa, a expectativa é de que cerca de 24 mil agricultores familiares de 10 unicípios ligados à Gerência Regional do IPA, em Araripina, sejam beneficiados com a ação. De acordo com o IPA, as cidades de Bodocó, Exu, Araripina, Granito, Ipubi, Moreilândia, Ouricuri, Santa Cruz, Santa Filomena e Trindade serão beneficiadas.


“Para 2022, adquirimos mais de R$ 13 milhões, o triplo do orçamento anterior. Um recorde, já que é o maior valor dos últimos 10 anos”, destaca Kaio. Nessa primeira etapa, serão 491.640 quilos de sementes de milho e sorgo forrageiro, alcançando 81.940 agricultores familiares do Sertão do Araripe, Pajeú, São Francisco, Itaparica, Central e Moxotó. Já a próxima etapa deverá contemplar os agricultores do Agreste.


Criado em 2019, o Programa Campo Novo tem o objetivo de apoiar o desenvolvimento rural de Pernambuco por meio do fortalecimento da agricultura e da elevação da qualidade e eficiência da produção agrícola e do combate à pobreza rural.


“O foco é a distribuição das sementes para os agricultores familiares exatamente no início da quadra chuvosa, permitindo o plantio durante esse período no Semiárido do estado”, explica Kaio. As sementes distribuídas são selecionadas a fim de atender às necessidades dos agricultores e às condições de solo e clima de cada região de desenvolvimento. (Por DP)

0 comentário