banner technobytes.jpeg
OTa2.jpg
LOGO MEGA.jpg
Banner Aveloz
IMG-20220720-WA0032.jpg
  • Mikael Sampaio

Aberta seleção para os programas de residência médica e residência em área profissional de saúde


A partir do próximo sábado (18/12), estudantes e graduados em cursos da área de saúde já podem realizar as inscrições para os processos seletivos dos programas de residência 2022. O edital com os detalhes do certame foi divulgado nesta terça-feira (14/12) e as inscrições vão até o dia 9 de janeiro, exclusivamente pela internet (www.upenet.com.br). As provas acontecerão dia 23/01, em formato presencial, com o cumprimento das normas sanitárias contra a Covid-19. O processo seletivo conta com 791 vagas para Residência Médica e 612 para Área Profissional da Saúde.

Os aprovados irão desenvolver suas atividades nos serviços de saúde da rede estadual e municipal, além de unidades de saúde filantrópicas e privadas presentes em diversas regiões do Estado. Na residência médica, a Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf), participa do processo pela primeira vez, ofertando 28 vagas. Para os interessados nos programa de residência em área profissional da saúde, estão sendo ofertadas vagas nas áreas de Enfermagem, Nutrição, Fisioterapia, Terapia Ocupacional, Psicologia, Serviço Social, Farmácia, Biomedicina, Educação Física, Odontologia, Fonoaudiologia, Medicina Veterinária, Física Médica e Saúde Coletiva.

“Pernambuco se destaca na trajetória de desenvolvimento dos programas de residência, atuando permanentemente para qualificar o que já temos e criar novas oportunidades. Para isso, também precisamos investir para garantir as bolsas dos residentes. Para o ano de 2022, estão previstos R$ 114 milhões do tesouro estadual em bolsas de residência, R$ 27 milhões a mais do que em 2021, representando um aumento de 31% no investimento com recursos do tesouro, afirma o secretário Estadual de Saúde, André Longo. Ao todo, os programas de residência em Pernambuco representam um investimento de R$ 163 milhões, sendo 70% do valor total custeado pelo Governo do Estado e apenas 30% pelo Governo Federal.

Os residentes permanecerão em seus respectivos programas por um período de 1 a 5 anos, no caso da residência médica, e entre 2 e 3 em área profissional de saúde. O valor da bolsa a partir de janeiro de 2022 para os programas de residência é de R$ 4.106,09. Os dois processos seletivos serão compostos por uma prova escrita e análise curricular. As provas ocorrerão no Recife e em Petrolina.

DESTAQUES - No edital deste ano, a Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) anuncia a implantação da Comissão de Residência Médica (Coreme) própria, com a abertura do Programa de Residência Médica em Neonatologia. Inicialmente com três vagas disponíveis, o programa será desenvolvido em rede, articulando com outros programas já existentes em hospitais da rede estadual, municipal e filantrópicos. “É uma iniciativa inovadora, porque usa as potencialidades dos diversos serviços, agregando o que há de melhor no Sistema Único de Saúde (SUS) para a formação de neonatologistas”, informa a secretária executiva de Gestão do Trabalho e Educação na Saúde, Fernanda Tavares.

Outro destaque refere-se aos programas de residência em medicina intensiva, onde o acesso se dará de forma direta, ou seja, qualquer profissional de medicina poderá ingressar neste programa de residência sem a necessidade de apresentar certificado de residência anterior feito para outra especialidade. Para 2022, nesta área, o quantitativo de vagas passou de 19 para 28. “Atuamos na inserção do residente no campo técnico-científico, assim como na qualificação dos novos profissionais e na melhoria da assistência em saúde. Ofertar possibilidades para formação de novos profissionais em uma área tão específica e que foi muito exigida durante a pandemia ocasionada pela Covid-19 nos faz direcionar nossos esforços para essa qualificação da rede de saúde”, acrescentou a diretora geral de Educação na Saúde, Juliana Siqueira.

0 comentário