Capture+_2020-02-03-18-40-35.png
IMG-20191110-WA0069_edited.jpg
Camarao e cia.jpg
  • Facebook
  • Instagram
  • Mikael Sampaio

Ações voltadas para o fortalecimento da cultura chegam ao Sertão de Pernambuco


Outras Palavras terá edições em Buíque (23/10) e Arcoverde (25/10) – que também recebe a Feira Literária do Sertão dentro do Circuito Cultural de Pernambuco

Com a proposta de reforçar a política de interiorização da cultura no estado, o Governo de Pernambuco, por meio da Secretaria Estadual de Cultura (Secult-PE) e da Fundação do Patrimônio Histórico e Artístico de Pernambuco (Fundarpe), leva o Outras Palavras aos municípios de Buíque e Arcoverde, respectivamente na próxima quarta (23) e sexta-feira (25). Além de visitar escolas públicas da região com Patrimônios Vivos e artistas do estado, o projeto passará pela Feira Literária do Sertão (FELIS) e terá uma edição na unidade da Fundação de Atendimento Socioeducativo (Funase) em Arcoverde, que abriga adolescentes em conflito com a lei.


Na próxima quarta-feira (23), os estudantes da Escola Técnica Estadual Jornalista Cyl Gallindo, em Buíque, vão conversar com Assis Calixto, Patrimônio Vivo de Pernambuco, e a escritora Ezter Liu, vencedora do V Prêmio Pernambuco de Literatura com o livro “Das tripas coração”. Em paralelo, o artista Maggo MC oferece uma oficina de rimas na unidade da Funase Arcoverde entre os dias 23 e 25 de outubro. Já na sexta-feira (25), Ezter Liu e Maggo MC participam da programação na FELIS.


Segundo o secretário de Cultura, Gilberto Freyre Neto, “por meio dessa iniciativa os jovens das escolas públicas poderão conhecer de perto manifestações da cultura pernambucana. No caso de Buíque, por exemplo, terão a oportunidade de conversar com um mestre da cultura popular da região, o Assis Calixto, que recebeu este ano o título de Patrimônio Vivo de Pernambuco”.


Marcelo Canuto, presidente da Fundarpe, destaca ainda a participação do Outras Palavras na Feira Literária do Sertão, realizada pelo Coletivo Cultural de Arcoverde (Cocar) e pela Companhia Editora de Pernambuco (Cepe). “A ideia é que nessas feiras vamos valorizar o ator cultural de cada região, dando oportunidade a pessoas que estão querendo promover sua arte, fazendo um bonito retrato da cultura pernambucana”, declara Canuto.


A FELIS faz parte da primeira edição do Circuito Cultural de Pernambuco, uma parceria entre a Secult-PE/Fundarpe e a Cepe, com a proposta de ampliar as ações de interiorização da cultura já consolidadas – feiras e tendas literárias – em  13 municípios do Estado.


De acordo com Andréa Motta, coordenadora do Outras Palavras, o projeto consolidou-se como política de integração entre cultura e educação. “Uma prova disso é que desde o ano passado passamos a contemplar também espaços não formais de aprendizagem, como as unidades da Funase. A ideia é promover um exercício de liberdade por meio da transmissão do conhecimento”.


A Secretaria Estadual de Educação é uma das parcerias na realização do Outras Palavras no estado. Em quatro anos de existência, o programa atingiu mais de 600 escolas pernambucanas, beneficiou cerca de 20 mil estudantes e distribuiu mais de seis mil livros nas bibliotecas por onde passou.


Confira a programação do Outras Palavras:

Quarta-feira (23/10) Buíque *Assis Calixto (Patrimônio Vivo) e Ezter Liu (Carpina) Escola Técnica Estadual Jornalista Cyl Gallindo (Beco do Abrigo, 457, Buíque)

Arcoverde

*Oficina de rimas com o Maggo MC (Recife) até o dia 25/10 Funase (Arcoverde)

Sexta-feira (25/10) Arcoverde *Participação na Feira Literária do Sertão (FLIS), com Ezter Liu (Carpina) e Maggo MC (Recife)

0 visualização